Palace Hotel - Caxambu

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

SIM, NÓS PODEMOS!

ACORDA CAXAMBU...

Jamais na “história daquele país” (EUA), imaginou-se que um jovem humilde de origem africana pudesse se tornar presidente da república.

Justiça seja feita. Os americanos mostraram para o mundo que não só usaram sua democracia, mas, sobretudo, demonstraram a sensibilidade para mudança, para quebra de preconceito.

Você deve estar se perguntando o porquê do texto acima.

Simplesmente para chegar à expressão que marcou a pose de Barack Obama, ou seja, “Yes we can”.

“SIM NÓS PODEMOS” (que digitadas em letras maiúsculas e negritadas significa que quem escreve na realidade está gritando).

Então lá vai mais uma vez:

“SIM, NÓS PODEMOS”
ACORDA CAXAMBU!

Esta deve ser a nossa palavra de ordem para 2012.

Meu povo, não da para entender e muito menos para aceitar, que um lugarejo chamado Capivari, que não é nem cidade e, sim, um distrito de Pouso Alto, localizado a 40Kms de Caxambu, tenha uma indústria, que emprega 280 pessoas, inclusive, sendo algumas caxambuenses, enquanto por aqui nada.

Pasmem ainda mais.
Não da para entender e muito menos para aceitar que Cambuquira, a cidade que diziam estar acabando, ter ganhado, na disputa com Varginha, uma fábrica de motores da GM.

Tá bom ou quer mais?

Itamonte, 48 Kms de Caxambu, 5 (cinco) fábricas, 900 empregos diretos, 2.000 indiretos.

A pergunta que não quer calar é: Porque Caxambu nada?

Elementar meus caros.

Falta de vontade política.

Falta de garra.

Falta de querer fazer acontecer.

Falta de vergonha na cara.

Falta de bairrismo.

Acredito que, como eu, vocês acreditam ou, ainda, têm esperança:

1.   de ver mudanças;

2.   de que a situação possa melhorar.

Mas, para que isto possa acontecer, depende de nós.

Nossa geração não pode passar em branco, precisamos reescrever a história de Caxambu.

“SIM, NÓS PODEMOS”
ACORDA CAXAMBU!..
FELIZ ANO NOVO PARA TODOS OS MEUS CONTERRÂNEOS
VIVA CAXAMBU!..

Mário da Fernanda
COLUNA
SERGIO LEVENHAGEN on line
        
 

                      "E agora ?"


# Pessoas nas ruas ainda incrédulas com o que aconteceu na Prefeitura de Caxambu, já começam a sentir,depois do início dos depoimentos dos possíveis envolvidos, que isso tudo vai servir de alerta para as futuras gestões, seja no executivo, seja no legislativo. Houve uma caída de ficha em muitos caxambuenses, estão agora preocupados em saber o que está acontecendo, e o que poderá vir acontecer. Essa participação nos destinos da cidade tem que ser ampla, não é só o fato de "não gostar de politica" e sim o fato das pessoas não serem prejudicadas como  vem acontecendo. Pode acontecer uma inversão de que o Prefeito é um todo-poderoso e faz o que quer pois se tem maioria dos vereadores, não precisa dar satisfações prá ninquém. Não é assim? E o "assim" deu nisso tudo aí. Faltou humildade, austeridade, vigilância, respeito e competencia, faltou tudo. Pergunta-se na cidade se o Prefeito soube escolher seus auxiliares de confiança, se teve critérios para colocar quem respeita, quem é educado e gentil na função, que é honesto e se preocupa com o bem estar de todos numa cidade carente de quase tudo, principalmente de trabalho digno que faça o cidadão ser respeitado, não pelo salário que ganha, mas pela capacidade de fazer e sentir-se realizado mesmo com uma vida modesta, com muita luta e sacrifício, sabendo que sua remuneração é fruto do seu esforço. Sinceramente chegamos no limite, não tem retorno, não tem como explicar e ainda acho que o pior ainda está por vir.

E agora?  " Há tanta suavidade em nada dizer e tudo se entender......"- Fernando Pessoa-

saudações Tricolores
a gente volta
sempre Sergio Levenhagen

 Que 2012 seja mais de bondade e respeito.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

O CELULAR, O CÉU E O INFERNO
Paulo Roberto Guimarães Moreira *

Existe uma metáfora que nos conta o seguinte: um indivíduo vai para o inferno e lá encontra um banquete e cada um tem um talher enorme amarrado ao braço. Resultado ninguém consegue comer. Achando isto sem graça ele foi ao céu para ver como era. Lá chegando viu o mesmo banquete só que cada um dava comida na boca do outro.
Essa metáfora também se aplica ao celular. No inferno todo mundo lhe liga para lhe vender ou lhe pedir alguma coisa. No céu todos ficam com o celular ligado para poder ajudar ao outro, para prestar serviço.
Eu pertenço a um grupo de mutuo ajuda. Certa vez eu liguei para oito pessoas do grupo e ninguém atendeu. Chegando ao grupo eu disse: imagina que um de nós fosse seqüestrado e estivesse no porta malas de um carro sendo levado para um matagal para ser morto. Bem, ligaríamos para oito companheiros, será mesmo que são companheiros? Nenhum responde. Segundo meus estudos de direito os oito companheiros poderão ser processados por crime de omissão.
No Brasil essa situação é catastrófica. Ligam à cobrar. Quem vai para a entrevista de emprego pede ao patrão para pagar a passagem. No caso de não irem trabalhar não dão satisfação. E se você ligar não atendem. É um país sem berço e sem educação. O pai faz o filho e some. Como disse Paulo Francis isso não é um país, é um acampamento. A maioria das pessoas não tem palavra. São deficientes de caráter.
É preciso muita paciência e tolerância para viver no Brasil. E quem mora só aí é que é triste. Depender da ajuda de alguém é um sufoco.

* Paulo Roberto Guimarães Moreira é Paraplégico, Economista e Mestre em Filosofia pela PUC-Rio. Mora em Brasília e conta com a ajuda de cuidadoras e auxiliares de enfermagem.

Caxambu Handball Cup 2012


Fonte Externa do Parque das Águas, 29/12/2011, 8:30h..
Foto de Zhekha Amorim
Tudo bem que choveu forte, mas foi ontem à noite...
Abrir a fonte com essa sujeira e oferecer risco de contaminação à População????
Postado por Zhekha Amorim no Facebook

CPI da Foha de Pagamentos - Câmara Municipal de Caxambu

COMISSÃO PARLAMENTAR DE INQUÉRITO OUVE INTIMADOS
Comissão Parlamentar integral na oitiva
Começou nesta manhã de 29 de dezembro de 2011 na Sede da Câmara de Vereadores os questionamentos feitos pelos Vereadores que compõe a CPI que apura possíveis irregularidades na FOLHA DE PAGAMENTO do MUNICÍPIO de CAXAMBU.
Estando todos presentes, o Presidente Ver. José Luiz depois de reunir-se com demais membros, iniciou os depoimentos ouvindo o funcionário JOSÉ FRANCISCO DOS SANTOS primeiro no número de sete dos intimados presentes nesta oitiva.
Funcionário em oitiva pela Comissão
Dando prosseguimento, o Presidente solicitou a presença do Sr. Vicente de Paula dos Santos para prestar seus esclarecimentos perante a CPI, trazendo suas informações verdadeiras como obriga a legislação.
Funcionário sendo ouvido
Sr. Vicente de Paula dos Santos
  Na sequência o funcionário Marconi Leite iniciou seu depoimento
Sr. Marconi Leite em depoimento  Fonte: Câmara Nova   http://camaranovacaxambu.blogspot.com/  http://camaranovacaxambu.blogspot.com/

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Deputado Sávio Souza Cruz obtém verbas que beneficiam entidades caxambuenses
Marcus Gadbem e o Deputado Sávio Souza Cruz com funcionários do Palace Hotel de Caxanbu

Atendendo pedido do Ex-Prefeito Marcus Gadbem,  sem promessas e alarde, o Deputado Estadual Sávio Souza Cruz destinou verbas para entidades Caxambuenses.
-Demonstro  assim minha gratidão ao povo Caxambuense, disse o Deputado ao Ex-Prefeito.
Deste modo, a APAE Caxambu e Casa da Criança, entidades criadas durante o governo do Ex-Prefeito, receberam respectivamente R$ 45.000,00  para obras e R$20.000,00 para compra de equipamentos.
A  esquecida Escola Estadual  Domingos  G. de Mello - Mingote (Polivalente),  recebeu R$ 30.000,00 para a compra de televisão LCD, copiadora profissional,ventiladores para todas a salas de aula, computadores para alunos e professores, além   de sistema de seguranca e materiais para laboratórios de física
solicitação   também do Professor Hamurabi.
Em 2011 o Ex-Prefeito  Marcus Gadbem vai solicitar  mais recursos da ordem de R$ 100.000,00, para nossas entidades.

Portal da Transparência:



Transparência nos Municípios - Caxambu (MG)



Em Destaque

numeroConveniosConcedenteMunicipio


Painel

Repasses do Governo Federal para o município em novembro de 2011:
R$ 1.050.993,50

Repasses do Governo Federal para o município acumulado em 2011:
R$ 12.457.335,95


Recursos Recebidos do Governo Federal em 2011


Recursos Recebidos por Área
Encargos Especiais -------------------------------------------------------------------------------- R$ 9.677.319,23
Assistência Social -------------------------------------------------------------------------------- R$ 1.329.702,85
Saúde -------------------------------------------------------------------------------- R$ 1.101.369,41
Educação -------------------------------------------------------------------------------- R$ 308.053,98
Urbanismo -------------------------------------------------------------------------------- R$ 40.890,48
Ver mais

Recursos Recebidos por Ação
FPM - CF art. 159 -------------------------------------------------------------------------------- R$ 8.028.706,22
FUNDEB -------------------------------------------------------------------------------- R$ 1.069.846,33
PAB Variável - PSF -------------------------------------------------------------------------------- R$ 513.770,00
PAB Fixo -------------------------------------------------------------------------------- R$ 388.635,00
Cota-parte dos Estados e ... -------------------------------------------------------------------------------- R$ 299.253,86

Fonte: Portal da Transparência

http://mg.transparencia.gov.br/Caxambu
Glória Caxambu espera bons resultados para 2012

Desde o início de 2010, o Hotel Glória Caxambu é gerido pela Emgecom
(foto: divulgação)
 Com índices de ocupação superiores aos alcançados nos últimos anos, o Hotel Glória Caxambu, localizado no interior do estado de Minas Gerais, projeta e espera 2012 com otimismo. Para o próximo ano, o objetivo é: "Alcançar a meta de hospedagem, que é a taxa de ocupação em torno de 40%", conta Christiano Carmo, diretor administrativo do grupo Engecom - empresa que faz a gestão do empreendimento.

De acordo com o executivo, as esperanças de alcançar o percentual de ocupação planejado são acalentadas pelos compromissos já firmados em 2011. "Achamos ser possível alcançar nossa meta, visto que já estamos com vários eventos agendados para 2012, inclusive com contratos já assinados", adianta.

O mercado hoteleiro do interior mineiro é outro fator citado por Carmo para a expectativa otimista. Segundo ele, a hotelaria da cidade é promissora e, para se destacar, a estrutura dos empreendimentos pode ser o diferencial para conquistar o público.
 

(Filip Calixto)

Varginha - EPTV

Convênio de R$ 2,6 mi do Samu é assinado em BH


Obras para construção da sede de serviço de atendimento já começaram


Foi assinado na terça-feira (27), em Belo Horizonte, o convênio para a construção da Central de Regulação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, o Samu, em Varginha. O valor inicial é de R$ 2,6 milhões para as obras, que já começaram na Avenida Comendador Manoel Sendas, no Parque Mariela.

O Samu da regional de Varginha será composto por 153 municípios que pertencem às microrregiões de Varginha, São Lourenço, Caxambu, Lavras, Três Corações, Três Pontas, Pouso Alegre, Alfenas e Passos.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Ata de primeira reunião da CPI que investiga irregularidades na folha de pagamentos da prefeitura de Caxambu








 E eles ainda dizem que não sabiam de nada..
 Reprodução da matéria publicada no dia 4/05/2011 neste mesmo blog:

BALNEÁRIO E UNIMED
   
 Por José Celestino Teixeira
Piscina do Balneário de Caxambu
 Em sua Edição de Abril, a Revista Ecológica editada pelo jornalista Caxambuense Hiram Firmino, nosso particular amigo, traz  uma matéria intitulada MEDICINA ENTRE FLORES. E, nela o Hiram questiona o nosso alcaide Dr. Luiz Carlos Pinto por  sua  resistência infundada, de não admitir a UNIMED, como gestora do Balneário do Parque das Águas. Em entrevista com o médico Dr. Gabriel Junqueira, hoje, Presidente da UNIMED/Circuito das Águas, o jornalista/ecologista obteve a confirmação do interesse da UNIMED, pela exploração de nosso Balneário. E a máteria, alias muito bem escrita ,  aborda tema, inclusive,  já anteriormente ventilado por nosso Group CidadaoCaxambuense.  . Ao que parece, no momento : FORA DA UNIMED, NÃO HÁ SALVAÇÃO PARA O BALNEÁRIO. Pelo numero de associados, pelo prestígio na área de saúde e pela disponibilidade de profissionais de seu quadro médico, não há duvidas que ela  detem capacidade para esta tarefa. Hiram lembrou o volume de recursos gastos pelo Governo Estadual, disponibilizados pelo próprio Anastásia, quando homem de ouro do  Governo de Aécio Neves. E, hoje, Governador de Minas, Anastásia bem que podia dar uma força, neste assunto.  Afinal o Parque e o Balneário são próprios Estaduais cedidos ao Município por contrato de gestão.
É bem verdade e justiça seja feita que a ida do Eduardo Lima, para o Parque da Águas  melhorarou muito as coisas por lá.  Mas, andorinha só, não faz verão. O Parque precisa de recursos financeiros, que o Município atualmente não dispõe. A solução para o Balneário que carece de mão de obra especializada estaria mesmo, a salvo nas mãos da UNIMED ou de outra empresa similar que queira receber este encargo. Não se ignora, inclusive, que a cessão do balneário demanda prévio processo de concessão, em face das normas vigentes. No caso a já famosa Parceria Público Privada. Aos moldes do que o próprio Governo Federal admite realizar no caso dos Aeroportos.
Vamos lá Prefeito, crie coragem. Não perca o bonde da História.  Como se  diz , aqui em Minas:  Sorte é como cavalo arreado. Passa uma vez só. Tenha pena de nós. Para registro lembro que o vereador José Luiz , quando Presidente da Câmara, ainda nessa gestão entabulou negociações com a UNIMED sobre esse assunto. Mas, infelizmente descartado pelo Prefeito, que insiste numa  tese antropofágica : Ruim comigo, pior sem Mim!

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Prefeitura ignora manifestação e conclui licitação de salas do balneário




A chuva que caiu no início da tarde de hoje não foi suficiente para impedir a concentração de manifestantes em frente à prefeitura de Caxambu, que prostestaram contra a maneira como estava sendo realizada a licitação que desmembrou diversas salas do balneário do Parque das Águas, que serão alugadas por cerca de R$ 200,00 Reais mensais - com as despesas de água e energia elétrica correndo por conta do município. A licitação foi vencida pelas mesmas pessoas que já estavam instaladas precariamente no balneário sob a aprovação da prefeitura de Caxambu - o que provocou maior indignação ainda entre aqueles que participavam do protesto.


Com roupas brancas, narizes de palhaço, bumbos, apitos e megafones, os manifestantes protestaram pacificamente diante da prefeitura no momento em que ocorria a segunda fase da licitação na sala de reuniões do segundo andar do prédio da administração municipal.
Cartaz colocado pelos manifestantes na ante-sala de reuniões da prefeitura onde ocorria a licitação
Sala de reuniões da prefeitura de Caxanbu durante a realização da segunda fase da licitação do balneário

Como aconteceu durante a manifestação realizada na semana passada, o prefeito de Caxambu também não estava presente na prefeitura


Divulgação: Programação de fim de ano


Divulgação - Ato Público

ATO PÚBLICO - HOJE

EM FRENTE À PREFEITURA MUNICIPAL

EM DEFESA DO BALNEÁRIO E DA TRANSPARÊNCIA NA GESTÃO PÚBLICA.


DIA 26.12.2011 (Segunda-Feira) – Às 
14h00


VOCÊ QUE AMA CAXAMBU,

VISTA SUA ROUPA BRANCA E PARTICIPE CONOSCO DESTE ATO

EM DEFESA DE NOSSO PATRIMÔNIO.


NÃO PODEMOS DEIXAR

QUE O INVESTIMENTO PÚBLICO NA RESTAURAÇÃO DO NOSSO BALNEÁRIO,

SEJA JOGADO NO RALO.


PARTICIPE !!!!!!


SUA PRESENÇA É MUITO IMPORTANTE !!!!!!!


MOVIMENTO TRANSPARÊNCIA CAXAMBU

domingo, 25 de dezembro de 2011

Charge da Semana

Papai Noel Manifestante




                       Deixe seu comentário

sábado, 24 de dezembro de 2011

No Natal de 2011

“Não deixe de ser feliz...”

Passe para seus familiares e
Seus amigos sua alegria e
Comemore em 2011 o natal
Como deve ser!

Com carinho, respeito e o coração
Cheio de amor para contagiar os
Carentes e os menos afortunados,
Que sensibilizados esperam por nós,
Neste clima de amor e confraternização

Nos deleitamos no convívio das pessoas
Amadas, e nesta festa tão linda comemoramos
O nascimento do menino Jesus
Que trouxe tanta paz, alegria e pureza
Para mostrar aos povos que a simplicidade

Sem ostentação, é a realidade de tudo:
O povo com amor e paciência é
Tudo para engrandecer as coisas
Boas da vida, e em nossos corações
Neste clima de paz e amor daremos

Nossos abraços e nossos votos de
Boas Festas e um Natal cheio de amor
A todos os nossos amigos.


Realina Barbosa Ferreira de Araujo em parceria com o Jornal Arte 3 Notícias de Caxambu, Academia Caxambuense de Letras e a Sociedade dos Poetas Vivos e Afins, desejamos a todos o nossos carinho e votos de boas festas.
Estendemos também os nossos abraços aos nossos queridos Padre Douglas, aos Pastores Evangélicos que têm contribuído bastante para que haja paz e harmonia na nossa Cidade maravilhosa.
“Em nome do Senhor, Louvado Seja Deus, para sempre, amém.

Realina Barbosa Ferreira de Araujo
CARTA ABERTA

“Se por um lado é difícil encontrar alguém que goste de receber críticas, lado outro, quando a hora é de ver e comentar os defeitos dos outros, facilmente encontra-se alguém que não perde a oportunidade de criticar.

Não há como negar. Coexistir com as críticas exige uma grande dose de amadurecimento e comedimento. Na realidade trata-se de um julgamento de valores ou sentimentos pessoais que variam de acordo com o ponto de vista de quem as fazem.

Do lado de quem recebe críticas, as reações também são sempre pessoais. Há momentos em que são até bem-vindas - a pessoa está mais aberta e as aproveita para se reformular. Em outros, a crítica provoca vergonha, raiva, irritação e depressão.

Há pessoas que reagem a ela com o sentimento de "deixa pra lá"; outras, porém, se arrasam. Se o criticado é forte, consciente de seu próprio valor, saberá receber a crítica naturalmente, sem grandes sofrimentos. Pode até se contrariar e rebater, mas não se sentirá derrubado nem agredido. Porém, se a pessoa estiver atravessando uma fase difícil de sua vida ou for alguém inseguro e complexado, a crítica é péssima e vai de fato machucar.

Qualquer ser humano tem o direito de emitir suas opiniões diante de um comportamento, de uma atitude ou de uma realização do outro. Entretanto, ninguém pode arrasar algo só porque não gostou ou destruir outro ser humano só pelo prazer de ver a sua ruína. Nesse sentido, é necessário separar bem as duas formas de crítica: a construtiva, feita por amor, com carinho e interesse pelo outro; e a destrutiva, feita com ódio ou rancor, para agredir, derrubar e humilhar.

Há críticas maravilhosas, belíssimas. Elas nem seriam críticas, mas verdades ditas em momentos de encontro, de orientação, de ajuda, de troca. Quem critica bem, critica a sós. Chama o outro e diz: "Olha, assim não tá legal. Você tem capacidade de fazer diferente, de fazer melhor. Que tal tentar de novo; fazer outra vez?" Quem critica positivamente, critica mansamente, pensando em acertar, em elevar o outro.

O problema é que existem sempre os críticos que opinam com o dedo em riste, que só sabem ver o lado ruim do outro e têm sempre uma palavra azeda, venenosa, na ponta da língua. Esses críticos ferrenhos e constantes são, em geral, pessoas negativas, agressivas, complexadas. Elas não criticam por amor, mas com arrogância, maldade, vingança e inveja. E, provavelmente, se ocupam muito da vida alheia, porque a delas é um eterno vazio. Um exame de consciência sobre o assunto não faz mal a ninguém.

A aceitação de uma crítica depende de como ela é feita, da pessoa que a faz, do momento e do motivo pelo qual é colocada. Mesmo assim, sempre se pode aprender alguma coisa com ela. A observação do outro, mesmo que maldoso, pode servir de alerta sobre nossos defeitos ou, no mínimo, como um ensinamento sobre a inveja e a maldade humana.

Quem tem segurança e maturidade sempre analisará a crítica recebida e considerará se há nela algum dado importante para o seu autoconhecimento ou para o conhecimento das pessoas que o cercam. O duro é que, na maioria das vezes, as críticas são feitas com a intenção de arrasar e, quando elas nos pegam num mau momento, fica difícil superar.


O jeito, então, é esfriar a cabeça e deixar para pensar nelas depois que toda exaltação foi superada. Vale lembrar que saber aceitar ou fazer crítica é uma arte que precisa ser cultivada por todos nós.”

Isto posto, depois de uma longa reflexão sobre o texto acima, com muito respeito, me atrevo a dirigir-me ao nosso prefeito.

Prezado Dr. Luiz Carlos,

De proêmio registra-se que nunca fui seu amigo, bem como, inimigo.

Também, não fui seu colega, nem se quer seu cliente.

Porém, como Vossa Excelência, sou um ser humano e, como tal, imagino o Natal que estará passando neste ano de 2011.

Por favor, não venha me dizer que “está tudo ótimo, que está feliz, que tem a consciência tranqüila pelo dever cumprido”.

Pelo que estou vendo, nosso alcaide encontra-se no olho de um furacão e, precisa mais do que nunca colocar a inteligência, que sabemos que tem, para tentar minimizar os futuros problemas que viram nos próximos 365 dias de seu governo e, pior ainda, os que viram no mínimo pelos próximos dez anos.

O senhor encontra-se na seguinte situação: “Se correr o bicho pega e se ficar o bicho come.

Pior ainda, Vossa Excelência encontra-se naquela situação que se encontrava aquela “Prostituta da Bíblia”, na qual o povo irado jogava-lhe pedras (João 8:1-11).

Chegou a hora de parar para pensar.
Chegou a hora de agir com a razão e não com o coração.

Atrevo-me a dizer que: “o fogo amigo é muito pior do que o fogo inimigo”.

Por conta de seu alto escalão, Vossa Excelência está sendo execrado.

Evidentemente que não podemos considerá-lo (o alto escalão) de todo ruim e, assim sendo, precisa-se separar o joio do trigo.

Todo alcaide tem no meio de seus auxiliares mais próximos, um que lhe é da mais alta confiança.

Sugiro que o chame, vá para um lugar deserto, troque idéia, veja as mudanças que precisam ser feitas e, SEJA HOMEM, faça antes que seja tarde demais.

Neste comenos é bom lembrá-lo que pior cego é aquele que não quer ver.  

Seus amigos, com varias exceções, não são verdadeiros; A maioria dos que lhe rodeiam, estão prontos a meter-lhe um chute no traseiro tão logo os laços de interesse que os unem sejam desfeitos.

Desculpe-me pela sinceridade.

No fundo tenho compaixão por Vossa Excelência que, até me provem o contrario, é uma pessoa de boa índole, uma pessoa honesta, um extremoso pai de família.

Desejo de coração que dê a volta por cima.

Que no ano de 2012 Vossa Excelência reencontre a paz. 

Que DEUS lhe abençoe, bem como, a toda a sua família. 

Em tempo:

Meu texto não tem nenhuma intenção de criticar àqueles que faz algum tipo de critica, pois a mesma é um direito inerente a todos

Tenho a plena convicção de que todos, sem exceção, estão procurando, de uma forma ou de outra, ajudar o prefeito a encontrar um norte.

Aproveito para desejar a todos os meus irmãos e irmãs caxambuensesum Feliz Natal e um Prospero Ano Novo.

É bom lembrar que 2012 será o ano da mudança.

Pensem bem! Que Deus possa nos ajudar...


Um abraço a todos.

Mário Luiz Alves\

(35) 9117 5747
(35) 9113 0702
(35) 8864 1606

Emails:
oiramalves@gmail.com
guardioesdasaguasmc@gmail.com

Visite:
www.cidadaocaxambuense.org.br
http//caxambuteco.cidadaocaxambuense.org.br

"...mas os que esperam no Senhor renovam as suas forças,
sobem com asas como águias,
correm e não se cansam,
caminham e não se fatigam." Isaías 40.31