Palace Hotel - Caxambu

terça-feira, 31 de maio de 2011

Arquivo histórico

Mapa do centro turístico de Caxambu
 1960

Clique sobre as imagens para ampliar
Legendas do mapa
 

Transporte aéreo


Propagandas da época
 

Colaboração: Pepe

Divulgação

segunda-feira, 30 de maio de 2011

COLUNA SERGIO LEVENHAGEN on line

# Pessoal nas ruas fica perguntando se não vamos mostrar que quando "as coisas vão mal "a culpa é dos outros, e quando "vai bem" foi o prefeito que fez.... relacionando a questão do "consórcio de pesquisas das universidades" aqui em Caxambu. Não vou não; todo mundo já sabe que desde outubro de 2010, quase 8 meses atrás, já estava tudo decidido em Brasilia e nada foi oferecido pelo Municipio de Caxambu, pois não dá pra oferecer uma coisa que já pertencia à União e estava quase destruida - além do mais, depois de 2 anos e meio de administração sem apresentar nada.
"Soltar uns foguetes fez bem pro ego do prefeito" - afina,l a maioria dos prefeitos nesse país é  asssim mesmo: "Filho bonito? Esse é meu". 
Millor Fernandes já dizia que a característica fundamental dos brasileiros é a "DESMITIFICAÇÃO" . Dizem que quinze dias depois da descoberta do Brasil, os tupiniquins já murmuravam uns pros outros;: " Chi, rapaz, lá vem o Cabral de novo.  Eta português chato."


# Cabo Júlio que é atualmente vereador em BH, deve assumir logo sua cadeira de Deputado Estadual(PMDB) na Assembléia de Minas, quem deve sair é o deputado Fred Costa. 
Vídeo do jornal francês LE MONDE, circulando na internet, mostra a "verdade dos fatos" da administração tucana de Aécio Neves aqui em Minas. Pelo jeito, vai ser um prato cheio para os PetistasIs. Isso sem falar na recusa do senador em fazer o teste do bafômetro,que circulou na imprensa estrangeira sistematicamente. Direito do senador em não fazer, mas como homem público deveria dar o bom exemplo. A suposta divergência entre SERRA e AECIO é prá manter o PSDB na mídia, já que o DEM....... foi-se.


# Falando em ex-governadores; em toda campanha eleitoral os candidatos baseiam seus discursos em 5 pontos; 1- investir na saúde, 2- investir na educação, 3- investir na segurança, 4- investir no transporte público de qualidade e 5- investir na geração de empregos. Depois de eleitos, começam a sofrer de amnésia que dura geralmente 4 anos, e culpam a Lei de Responsabilidade Fiscal pela falta de investimentos nos salários do pessoal da educação, da saúde e da segurança pública. Jamais falam em obras superfaturadas ou em dinheiro público mal aplicado.
Os 3 Estados mais ricos do país: S.Paulo, Minas e Rio de Janeiro, tem seus governadores geralmente divulgando déficit zero, arrecadação recorde, mas na hora de todos participarem da riqueza dos Estados, a conversa muda. Porisso fica aqui o nosso apoio aos anseios dos funcionários públicos dos Estados mais ricos que PIOR pagam seus servidores.


# Logo a gente vai falar sobre a falta de bom senso (estou usando uma palavra mágica) de fatos acontecidos e já resolvidos no PMDB de Caxambu; num total desrespeito aos filiados do maior partido da cidade, que agrega pessoas desde a sua fundação e que até hoje fazem parte das decisões politicas em benefício da cidade sem intenção nenhuma de levar alguma vantagem, ou mesmo ter que saber que ainda existem pessoas sem coragem e dignidade suficiente para fazer jus à representatividade junto a população caxambuense. Ou será que estou enganado? Vamos aguardar...
# Tenho escutado elogios para a atual SECRETÁRIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE CAXAMBU. Sra. LIDIA, que desde que entrou está fazendo de tudo para reorganizar a policlinica,o que não vai ser fácil, e colocando tudo nos seus devidos lugares para que não falte remédios para a população e principalmente para os idosos, E prá surpresa nossa o vereador AMILTON CORÉIA que apoia o Prefeito, fez na reunião dessa segunda-feira críticas aos trabalhos dela , mas nas duas secretarias anteriores ele se omitiu e até na falta de remédios ele também na época, não tocava no assunto. Então por que agora que a atual Secretaria arregaçou as mangas e tenta arrumar a casa, as críticas vem justamente do pessoal que apóia o Luiz Carlos? Alguma coisa estranha no ar, não acham? Não me interessa quem é a secretária, interessa se ela está trabalhando e corrigindo os erros porque prefeito muda, vereador muda, mas o sofrimento das pessoas que dependem de remédios e exames na policlinica é prá jamais esquecer.Tem já alguma coisa sendo orquestrada para tirar a secretária em menos de 3 meses? Ela está atrapalhando alguma coisa que AINDA não sabemos?


# Saudações TRIcolores; estamos vendendo por 1 real o rodriguinho, por 1,80 o julio cesar, 70 centavos o diogo, e de brinde o ex-técnico Enderson Moreira ( é que ele ainda vai ficar lá)

A gente volta

sempre

Em memória do meu amigo tricolor Pedrinho da Quitanda (ex-vereador)

 Sergio Levenhagen


Câmara Municipal deCaxambu

Hoje é dia de reunião
17ª REUNIÃO ORDINÁRIA
Nesta segunda-feira dia 30/05/2011, será relizada a 17ª REUNIÃO ORDINÁRIA na Câmara de Veradores, em sua sede na rua Dr. Enout nº 15 centro - Caxambu,  para discutirem e votarem os projetos estudados dentro das  Comissões Permanentes da Egrégia Casa. 

COMPAREÇA!!! SUA PRESENÇA FAZ DIFERENÇA
         Leilão de Cavalos no Hotel Glória





Foi um sucesso a realizalção do leilão de cavalos do núcleo Sul de Minas e Sociedade Rural de Caxambu, que aconteceu neste sábado no Hotel Glória.
O  Buffet Glória, coordenado pelo gerente de alimentos e bebidas, Sr.Luis Leal e seu competente Staff,
Garantiu a qualidade do evento.
Simultaneamente com o leilão, estava acontecendo  um outro importante evento,com as presenças ilustres da
Vice presidente da SBNEC-USP, Sra.Cecilia Hedin Pereira, e  do Diretor do IEF, Dr.Marcos Ortiz Gomes -  comentou Alexandre Mura,gerente de hospedagem do hotel.

domingo, 29 de maio de 2011

Fotos antigas de Caxambu

"Golphinho" do Parque das Águas
Pista de golf com obstáculos

 Data desconhecida
                                                                   Colaboração: Pepe

sábado, 28 de maio de 2011

Talento Caxambuense

Karen Junqueira


Perfil
Karen Junqueira nasceu em Caxambu, no sul de Minas Gerais, em 28 de abril de 1983. Aos 15 anos começou a trabalhar como modelo e dois anos depois deixou a cidade natal para seguir a carreira artística no Rio.
A atriz fez cursos livres de interpretação, como o Tablado e CAL (Casa das Artes de Laranjeiras), além de aulas com os preparadores de atores Fátima Toledo e Sérgio Penna.  Nesse período, ela também se dedicou ao canto na escola de música Antonio Adolfo e com o professor Luis de Moraes.
A mineira começou a atuar na área de publicidade e participou de campanhas como da Coca-Cola, da marca de óculos Chilli Beans, da lingerie Duloren além da Oi, Vizcaya e das sandálias Havaianas.
O seu primeiro trabalho na TV foi em 2006, quando a atriz foi aprovada no teste de Malhação, da TV Globo, e ficou durante duas temporadas. A personagem era a bem humorada Tuca.
Em 2008 foi contratada pela Rede Record para fazer parte do elenco de Caminhos do Coração e permaneceu também para a segunda temporada da trilogia.
Seu próximo papel foi em Poder Paralelo, com direção de Ignácio Coqueiro e texto de Lauro César Muniz, como a modelo Gigi, que buscava a fama. A personagem do núcleo principal era a caçula da poderosa família Castellamare. A trama era sobre a máfia italiana no Brasil.

Fonte: Blog da Karen Junqueira
http://noticias.r7.com/blogs/karen-junqueira/

Direto do Caixote de Pandora

Humorizando - Chapter 1

Humorizando as 6 da matina com Ju Fernandes

Teve uma última que ouvi na rua esses dias,que foi ótima,assim óh:


Cidade pequena é uma merda,
todo mundo toma "nota" da vida dos outros.
Tomar "conta" num toma não!
Luz,água,IPVA,IPTU,tá tudo intacto aqui ainda.
   
    ____________________________________________
 
 Humorizando as 6 da matina com Stella Pessoa
 

Fonte: O Caixote de Pandora

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Turismo

Cidades do sul de Minas criam nova rota turística: Caminho dos Anjos

O sul de Minas Gerais ganhou uma nova rota turística, chamada de Caminho dos Anjos. O caminho tem 231 quilômetros de extensão, e para ser percorrido, o viajante leva em média dez dias.
A cidade de Passa Quatro marca o início e o final do percurso, que inclui ainda as cidades de Itamonte, Alagoa, Aiuruoca, Baependi, Caxambu e São Lourenço, Itanhandu, São Sebastião do Rio Verde e Virgínia, todas no Sul de Minas Gerais.
Pensando em atender uma demanda crescente do público que visita o Circuito, o gestor do Caminho dos Anjos, Alexandre Maciel Gaspar, investiu na construção de um heliponto que brevemente estará finalizado. "E assim, sempre buscando oferecer o melhor aos visitantes, o Caminho está se consolidando no cenário turístico nacional", afirma Alexandre.

 Fonte: Mercado e Eventos
http://www.mercadoeeventos.com.br/script/FdgDestaqueTemplate.asp?pStrResolucao=&pStrLink=3,108,0,72847&IndSeguro=0

Divulgação: Miss e Mister Polivalente 2011

quinta-feira, 26 de maio de 2011

FAZER É MELHOR QUE FALAR, REALIZAR É MELHOR QUE PROMETER




Este mês de maio está recheado de ótimas notícias que estão de um modo geral beneficiando os caxambuenses, sendo uma a reinauguração do Museu e a outra o anúncio do Secretário de Educação Superior, Luiz Cláudio Costa oficializando o Consórcio de Universidades incluindo a Unifal, Unifei, UFJF, UFLA, UFSJ, UFOP e UFV.



A História muda quando acontece alguma coisa, principalmente em favor da Educação que certamente beneficiará a Região dando oportunidades para o desenvolvimento das cidades que circundam as Universidades e a cidade de Caxambu local escolhido para instalação da Sede do Consórcio.
Matéria abrangente foi publicada em 24 do corrente, no Jornal “ O Estado de Minas” as informações complementares conforme se vê em seguida:http://www.em.com.br/app/noticia/especiais/educacao/2011/05/24/internas_educacao,229449/superuniversidade-em-minas-obtem-verba-de-r-20-milhoes-e-ja-tem-sede.shtml

Fonte: 
Blog do Vereador Avilmar: http://vereadoravilmar.blogspot.com/

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Charge da Semana

SUPERUNIVERSIDADE
A Insustentável Leveza do Superego

                                                                               Deixe seu comentário

terça-feira, 24 de maio de 2011

Superuniversidade em Minas obtém verba de R$ 20 milhões e já tem sede




Unificação foi definida em outubro com o ministro Fernando Haddad ( Jackson Romanelli/EM/D.A Press)
Unificação foi definida em outubro com o ministro Fernando Haddad

 O consórcio das sete universidades do Sul e Sudeste de Minas Gerais, conhecido como Superuniversidade do Sudeste, agora tem o que precisava para se consolidar: dinheiro e endereço próprio. O secretário de Ensino Superior do Ministério da Educação (MEC), Luiz Cláudio Costa, confirmou ontem, conforme o Estado de Minas havia antecipado no início do mês, a liberação de R$ 20 milhões para a formação do consórcio e revelou que a sede da entidade e do Centro de Pesquisa e Inovação será instalada em um prédio da União em Caxambu, no Sul de Minas. Com isso, a cidade se tornará um novo polo de desenvolvimento cultural, econômico e de pesquisa em Minas.

O anúncio foi feito durante a abertura do I Fórum de Integração Universitária da Universidade Federal de Lavras (Ufla), que teve início ontem e se estende até domingo. A solenidade marcou também o encontro dos reitores das instituições de ensino superior que integram o consórcio: universidades federais de Alfenas (Unifal), de Itajubá (Unifei), de Juiz de Fora (UFJF), de Lavras (UFLA), de São João del-Rei (UFSJ), de Ouro Preto (Ufop) e de Viçosa (UFV). Ao todo, as escolas reúnem 3,5 mil professores e 4 mil técnicos administrativos, que atendem a 41 mil alunos de graduação e 5,3 mil de pós-graduação.

No conjunto, as sete instituições têm câmpus em 17 municípios do Sudeste de Minas Gerais e atendem a polos de educação a distância em 55 cidades. Com a integração, pelo menos 815 bolsas de mobilidade acadêmica serão oferecidas a alunos, professores e servidores. A junção das instituições prevê ainda a criação do Corredor Cultural, ambiente que permitirá o intercâmbio de grupos, manifestações e projetos culturais entre as universidades.

“Há cerca de 20 dias, os reitores nos entregaram, em Brasília, o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), documento que traça as diretrizes do consórcio. Analisamos a proposta com o ministro Fernando Haddad, que concordou em alocar os recursos. Na ocasião, eles também nos informaram a decisão de instalar a sede do consórcio em Caxambu”, afirmou Luiz Carlos Costa.

Segundo ele, o MEC já autorizou os reitores a dar continuidade às ações para apropriação do imóvel. “Depois de tudo acertado, abriremos licitação para reforma e adequação das instalações, onde teremos uma estrutura administrativa e também laboratórios de pesquisa com um câmpus de excelência internacional. A decisão de ter um espaço fora das cidades do consórcio partiu dos próprios reitores”, confirmou o secretário.

Para ele, a confirmação dos recursos e do endereço para o consórcio foi um passo decisivo para a consolidação da Superuniverdade. “As instituições continuam autônomas e independentes. O que estamos fazendo é otimizar as ações e atividades que serão feitas em conjunto, passando de um patamar de competição para um processo de cooperação”, afirmou.

Conjunto
De acordo com o presidente do consórcio, Paulo Márcio de Faria e Silva, reitor da Unifenas, todas as instituições sinalizaram a intenção de participar. “A adesão agora é puramente uma questão formal, a ser decidida pelos conselhos universitários. Isso deve ocorrer até o fim de junho. Depois da confirmação, a constituição formal do consórcio será celebrada com o MEC”, explicou. Para ele, a Superuniversidade vai promover o desenvolvimento de forma regional. “Ao invés de termos apenas um câmpus, teremos um centro de pesquisa que será mantido pelas sete universidades, trazendo desenvolvimento não só para a cidade, mas para toda a região.”

A unificação das sete instituições também foi vista com bons olhos pela Universidade Federal de Minas Gerais. “Todas são universidades muito bem qualificadas e de bom nível. A associação é muito positiva do ponto de vista dos ganhos com mobilidade de estudantes, professores e pesquisas conjuntas., afirmou o reitor da UFMG, Clélio Campolina.

Vestibular
Sobre a possibilidade de um processo seletivo único depois da unificação, Costa explicou que todas já adotaram um sistema de seleção unificada com a adesão ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). No entanto, ele não descarta a possibilidade de, no futuro, as instituições oferecerem vagas de forma conjunta. Para os cursos de bacharelado interdisciplinar que serão oferecidos pelas universidades, o secretário afirma que o processo único de seleção será um caminho natural.

 Em Caxambu, o dia ontem foi de festa com o anúncio da chegada da sede do consórcio. “Há cerca de dois anos procuramos a Ufla para oferecer o espaço. Agora, a parceria está se consolidando. Estamos muito satisfeitos. A chegada do câmpus vai promover o desenvolvimento social e econômico da cidade, com a atração de empresas e abertura de novos postos de trabalho, além de fazer de Caxambu uma cidade melhor do ponto de vista cultural”, afirmou o prefeito, Luiz Carlos Pinto (PHS).



Fonte: O Estado de Minas
http://www.em.com.br/app/noticia/especiais/educacao/2011/05/24/internas_educacao,229449/superuniversidade-em-minas-obtem-verba-de-r-20-milhoes-e-ja-tem-sede.shtml
COLUNA SERGIO LEVENHAGEN on line                                      
 
" O Tempo é o Senhor da Razão"

# O Consórcio das 7 Universidades Federais vai trazer para Caxambu um "CENTRO DE PESQUISA E INOVAÇÃO", conforme decisão conjunta dos Reitores por um espaço fora das cidades do referido Consórcio, sendo que no futuro as Instituições PODERÃO oferecer vagas de forma conjunta. Sendo assim, é bom explicar e não confundir como alguns estão querendo fazer, que o Centro de Pesquisa ,a médio prazo, ou talvez até menos, depois de ultrapassar todas as barreiras da burocracia e efetuando as reformas e ampliações necessárias do espaço pertencente à UNIÃO, colocará em funcionamento pesquisas inerentes aos trabalhos já realizados nas Universidades em questão para seus alunos e servidores. De antemão é bom frisar que não haverá vestibular aqui para cursos universitários, pelo menos por enquanto os trabalhos terão funções especificas, mas é bem possivel que haja dentro desse contexto necessidade de contratar pessoal administrativo especializado e de apoio estrutural por intermédio de concurso público, tudo dependerá de procedimentos entre as Instituições.Isso é o que está sendo divulgado até agora. É bom frisar que deve entrar em funcionamento em pelo menos 2 anos ou mais ou menos, tudo dependerá do cronograma a ser estabelecido pelo MEC.
# A escolha por Caxambu teve vários fatores;  1- Cidade polo, mesmo não tendo mínimo de 50 mil habitantes conforme palavras da Presidente DILMA,mas agrega na região da AMAG mais de 300 mil habitantes, 2- espaço disponivel da UNIÃO favorável pela localização privilegiada, diminuindo os custos para o funcionamento, 3- a não utilização das dependencias da Escola Wenceslau Braz em sua totalidade por intermédio da Prefeitura de Caxambu fazendo com isso que o Governo Federal já estava há muitos anos ciente do desperdício, e recebendo criticas e denuncias por desprezo de uma área nobre.4- apoio politico dos partidos da base aliada, principalmente do PT através de seu PRESIDENTE em Minas Gerais, o deputado Federal REGINALDO LOPES muito prestigiado pela nossa Presidente pelos seus trabalhos a favor da interiorização da educação universitária e seu bom relacionamento com todos os Reitores. e 5- verbas disponibilizadas para o empreendimento, compromisso de campanha da Presidente DILMA em investir o melhor possível para melhoria da educação.Pode haver discordancia de uns ou outros com intenções politicas pessoais, mas isso faz parte do contexto devido as proximidades das eleições municipais e sempre teremos candidatos visando ganhos eleitoreiros, muito comum na politica brasileira e sendo assim como estamos no século 21, com quase todas as pessoas com acesso às informações corretas, então não se justifica alguém deixar-se ser enganado ou confundido com palavras distorcidas. Já foi o tempo.Mas, o bom disso tudo é a retirada das mãos da Prefeitura a gerencia de um patrimônio tão especial que é a Wenceslau Braz, voltando para a esfera federal onde tem recursos, disponibilidade, competencia e boa vontade.Agora, resta esperar acontecer.
# Encerrando, lembro das palavras do Frei Leonardo Boff; " Não basta sermos apenas morais, apegados a valores da tradição.Isso nos faria moralistas e tradicionalistas, fechados sobre o nosso sistema de valores.Cumpre também sermos éticos, quer dizer, abertos a valores que ultrapassam aqueles do sistema tradicional ou de alguma cultura determinada.Valores do respeito à dignidade do corpo, da defesa da vida sob todas as formas, do amor à verdade, da compaixão para com os sofredores e os indefesos.Valores do combate à corrupção...... quando o permanente e o mutável se casam, surge uma ética verdadeiramente humana."
Saudações TRIcolores
a gente volta
Sergio Levenhagen

Educação superior

Universidades mineiras dão início a atividades integradas

Lavras (MG) — Estudantes, professores, reitores e pró-reitores de sete universidades do sul e sudeste de Minas Gerais participaram nesta segunda-feira, 23, da abertura do 1º Fórum de Integração Universitária, na Universidade Federal de Lavras (Ufla). O encontro marca o início das atividades do consórcio das universidades mineiras.


Durante aula magna, o secretário de educação superior do Ministério da Educação, Luiz Cláudio Costa, ressaltou a importância da iniciativa de integração das instituições de ensino mineiras e anunciou que o MEC destinará, em 2012, aproximadamente R$ 20 milhões para viabilizar as atividades do consórcio. Os recursos serão aplicados na formação de um corredor cultural que integre as sete comunidades acadêmicas, ações de mobilidade estudantil e laboratórios de pesquisas.


De acordo com o secretário, o município mineiro de Caxambu pode receber um centro de excelência internacional em pesquisa e ser a sede administrativa do consórcio. “No lugar da competição, as universidades estão dando um passo rumo à cooperação, o que também significa um caminho da eficiência acadêmica e de gestão de recursos”, destacou.


Durante toda a semana, até 29 de maio, a Ufla sediará uma série de atividades acadêmicas, culturais e esportivas.


Consórcio — O consórcio de universidades mineiras é formados pelas universidades federais de Alfenas (Unifal), Itajubá (Unifei), Juiz de Fora (UFJF), Lavras, São João del-Rei (UFSJ), Ouro Preto (Ufop) e Viçosa (UFV). No conjunto, essas instituições têm campi em 17 municípios do sudeste de Minas Gerais e atendem polos de educação a distância em 55 cidades. Elas reúnem 3,5 mil professores, quatro mil técnicos administrativos, 41 mil alunos de graduação e 5,3 mil de pós-graduação.


Em 260 cursos presenciais, as instituições oferecem 15,6 mil vagas de ingresso anual, além de 111 cursos de mestrado e 59 de doutorado. As universidades são ainda reconhecidas pela qualidade. Na graduação, todas contam com índice geral de cursos (IGC) entre 4 e 5. Na pós-graduação, 15 programas têm nível 5; cinco, nível 6 e dois, nível 7, o mais alto.


A proposta de criação do consórcio foi apresentada pelos reitores ao Ministério da Educação no ano passado. A localização geográfica e a qualidade das instituições permitem a integração acadêmica nos campos de ensino, pesquisa e extensão e tornam mais eficientes e eficazes a utilização racional de recursos, as parcerias para desenvolvimento e troca de tecnologias, a atuação em áreas estratégicas e a discussão de soluções para os problemas sociais.


Pela proposta de integração, as instituições mantêm a autonomia, mas atuam a partir de um plano de desenvolvimento institucional. O reitor da Unifal, Paulo Marcio de Faria e Silva, apresentou proposta de plano de desenvolvimento integrado para balizar as atividades do consórcio. De acordo com a proposta, será formado um conselho gestor, constituído pelos reitores das sete universidades, além de grupos temáticos de diversas áreas, como extensão, ensino e pós-graduação.


Assessoria de Imprensa da Sesu



Vereador Zé Luiz fala sobre a PPP do Balneário e Superuniversidade



Presidente Dilma com o Vereador Zé Luiz

Nesta segunda-feira, dia 23, o vereador Zé Luiz abordou na reunião da Câmara Municipal dois temas de grande interesse da população caxambuense. O primeiro deles foi sobre a reunião realizada na CODEMIG para tratar da Parceria Público Privada na gestão do Balneário do Parque das Águas de Caxambu, e o outro, foi sobre a confirmação da instalação do Centro de Pesquisa da Superuniversidade Mineira no antigo prédio da Funabem, feita pelo Deputado Federal Odair Cunha, více-líder do governo Dilma na Câmara de Deputados.

Ouça a fala do vereador no programa "Rádio Cidadão" e leia a matéria sobre o encontro do vereador com a presidente Dilma em 2010 - Acesse
http://radiocaxambufm.blogspot.com/

segunda-feira, 23 de maio de 2011

MEC investirá R$ 20 milhões em consórcio de universidades mineiras

O anúncio foi oficializado nesta segunda-feira pelo secretário de Educação Superior, Luiz Cláudio Costa

O Ministério da Educação investirá cerca de R$ 20 milhões no acordo de interação de sete instituições federais de Minas Gerais para a criação da megauniversidade mineira. O anúncio foi divulgado nesta segunda-feira (23) pelo secretário de Educação Superior, Luiz Cláudio Costa, durante a abertura do 1º Fórum de Integração Universitária na Ufla (Universidade Federal de Lavras).
 
Os recursos, segundo o secretário, serão aplicados na formação de um corredor cultural que integre as sete comunidades acadêmicas, ações de mobilidade estudantil e laboratórios de pesquisas. Os investimentos poderão ser aplicados ainda neste ano à medida do andamento de licitações que serão lançadas para as atividades. O restante ficará para 2012, conforme adiantou o secretário.
 
O consórcio inclui a Unifal (Universidade Federal de Alfenas), Unifei (Universidade Federal de Itajubá), UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora), UFLA, UFSJ (Universidade Federal de São João Del Rei), UFOP (Universidade Federal de Ouro Preto) e UFV (Universidade Federal de Viçosa). "No lugar da competição, as universidades estão dando um passo rumo à cooperação, o que também significa um caminho da eficiência acadêmica e de gestão de recursos", destacou Costa.
 
O secretário aposta no município mineiro de Caxambu, no Sul do estado, para ser a sede administrativa da megauniversidade de Minas Gerais e a terceira maior do País. Mas, a interação entre as universidades mineiras dependerá da Casa Civil da Presidência da República com a aprovação do projeto de lei que favorecerá essa união.
 
A proposta de criação do consórcio foi apresentada ao Ministério da Educação no ano passado para a integração acadêmica nos campos de ensino, pesquisa e extensão. Ao todo, serão integrados 99 cursos universitários em 17 municípios do Sudeste de Minas Gerais, com participação de 3.500 professores, 4 mil técnicos administrativos, 41 mil alunos de graduação e 5,3 mil de pós-graduação. Cada uma das instituições manterá sua autonomia, mas todas elas atuarão a partir de um plano de desenvolvimento institucional.

Leia Mais:

Superuniversidade em Caxambu


Fórum que acontece na Universidade Federal de Lavras é mais um passo para a criação da Superuniversidade em Caxambu

 
Veja a entrevista com o Secretário do MEC

http://eptv.globo.com/emc/VID,0,1,37168;4,forum+que+acontece+na+universidade+federal+de+lavras+e+mais+um+passo+para+a+criacao+da+superuniversidade.aspx


Fonte EPTV
Via Política e Cidadania
http://www.politica-cidadania.com/

                         


domingo, 22 de maio de 2011

Astrologia

Trânsitos de Plutão
Descendo aos infernos
                                           
Plutão, planeta regente do signo de escorpião, é o menor, o mais distante e o mais poderoso planeta do sistema solar. Na mitologia grega corresponde a Hades, Senhor do mundo subterrâneo, das águas que correm por debaixo da terra. Na mitologia romana, no entanto, ele é Pluto, o Rico.
Tornou-se visível no momento em que a humanidade se defrontou com a possibilidade do seu total aniquilamento, com a 1ª bomba atômica. Ele nos pede transformação, atitude difícil e raramente desejada por nós, que nos debatemos diante do insondável, simbolizado pela morte, essa senhora poderosa e desconhecida. Na tentativa (vã) de não sofrer, buscamos o controle. E, ao buscá-lo, somos tragados pelos insondáveis abismos de Plutão.

A passagem dele através do nosso mapa natal, que chamamos de “trânsitos", trás inevitavelmente um confronto com a morte, exigindo de nós uma entrega total.  Não há como explicar a dor de uma experiência plutoniana. Há que sentir na pele para saber. Ele não apenas retira de nós alguma coisa, ele vai ao âmago e arranca as raízes, sem deixar resquícios de onde algo possa brotar.  Ali, poderá renascer algo novo, não o que antes havia. Sua energia é silenciosa, densa, intensa e profunda. Nada dói mais em uma pessoa do que um trânsito de Plutão sobre um ponto pessoal importante do seu mapa.
Na verdade, através dessas experiências ele nos prepara para a entrega final de nós mesmos à 'velha Senhora', da qual não poderemos fugir jamais, enquanto ser humano vivente aqui na terra. A única coisa que atenua essa dor é a compreensão profunda do seu significado, que nos vem através do auto conhecimento. Somente ele nos trás essa sabedoria. Em nós mesmos temos o antídoto, porque cada um de nós tem em si a verdade e é somente conhecendo-a que nos libertaremos, transcendendo o lado doloroso de Plutão, que se transforma então, em renascimento e regeneração.

Eggle Bastos
Astróloga
Contato: 35-3341-2865 * 35- 9100-7608
E-mail: eggle@ig.com.br

sábado, 21 de maio de 2011

CAXAMBU MAIS







"O CAXAMBU MAIS GOURMET" 
COM FORÇA TOTAL

A Associação Caxambu Mais gostaria de fazer público que não houve nenhuma ação contra o Festival Gastronômico Caxambu Mais Gourmet. A Promotoria entrou com ação para regulamentar o uso do rinque, depois de uma denuncia contra um evento que não tinha a menor possibilidade de ser feito ali por causa dos impactos ambientais, por exemplo, os organizadores do evento Fantasy Fest colocaram uma lona plástica preta para fechar o rinque, instalaram apenas dois banheiros para uma quantidade grande de pessoas, o som era alto e até altas horas da madrugada, o lixo que ficou no recinto a organização nem se preocupou em retirá-lo e assim por diante... Para esse tipo de eventos nós concordamos que não deve ser usado o rinque.
            Segundo a ação, a municipalidade pode promover no rinque do parque, ou em qualquer outro local interno do bem tombado, eventos educacionais e culturais e com certeza o Caxambu Mais Gourmet é um evento EDUCACIONAL e CULTURAL.
            O Caxambu Mais Gourmet segue uma linha de preservação e de cuidados enormes para com o nosso patrimônio. Não é a toa que este ano o Festival é temático: “SABORES MINEIROS: Com Respeito ao Meio Ambiente”.
O Projeto Festival Caxambu Mais Gourmet tem como missão, valorizar a gastronomia e potenciar os produtos tradicionais da dieta alimentar local, assim como enquadrar a riqueza gastronômica e cultural em toda a região, oferecendo ao público um evento diferenciado e de qualidade entre os dias 15 e 23 de julho de 2011 no Rinque de eventos do Parque das Águas.
O desenvolvimento econômico e social que desencadeia também confirma a importância do festival, isto é, ressalta uma das finalidades da Associação Caxambu Mais, promover o desenvolvimento sustentável, objetivando a melhoria das condições econômicas e sociais do Município e Região.
            A Associação Caxambu Mais foi declarada de Utilidade Pública Estadual pela Lei 18.460, de 23 de outubro de 2009 e declarada de Utilidade Pública Municipal pela Lei 2026, de 20 de abril de 2011.

 Julio Alfaro Diaz


Uma delícia de evento, numa cidade deliciosa
Programe suas férias e bom apetite.


sexta-feira, 20 de maio de 2011

COLUNA SERGIO LEVENHAGEN on line

" CPI da Saúde"
 
 
# Essa é, me parece, a última oportunidade de acertar de uma vez por todas a falta de remédios na policlinica de Caxambu, principalmente para pessoas da terceira idade.A Lei é federal desde 2003,  e determina que remédios de uso contínuo jamais podem faltar porque existem  meios de comprá-los, falta sim é uma maneira de cadastrar as pessoas. Sinceramente, fiquei surpreso de não ter o cadastro já em atividade para distribuição. O que acontecia até agora? Negligência? Falta de respeito? Indiferença? Incompêtencia?falta de boa vontade? 
Na cidade inteira se comenta que essa CPI não vai dar em nada, igual as outras, e isso lamentavelmente é motivo de satisfação de algumas pessoas que trabalham com o prefeito, tratando esse caso como se fosse perseguição politica, ao invés de confirmar os fatos com os usuários e resolver essa contenda imediatamente, não não dando motivos que se fizesse uma CPI.
E mais uma vez estão presentes para defender os caxambuenses os vereadores Rubens (PSC) e Vicente de Paula(PSDB). Os dois vereadores participam de tudo, tentando corrigir os erros;  alertaram que o reajuste dado pelo prefeito num acordo com o Sindicato estava prejudicando a maioria dos funcionários da prefeitura, e depois veio a confirmação de que essa maioria teve um ganho de somente 15 reais, isso porque salário-mínimo é decisão do governo federal.
Ainda tem o problema dos BANCOS na questão de quanto tempo o cliente fica na fila, que deve ser no máximo de 15 MINUTOS,  e somente os vereadores Rubens e Vicente de Paula concordaram com isso, porque a maioria dos vereadores acham que em dia de pico tem que dar uma refrescada nos bancos e fazer o cliente aguentar meia hora na fila.. O Cliente não tem nada a ver com dia de pico, isso é problema dos bancos que ganham uma fortuna e podem contratar mais gente, ora. Defender banqueiros foi deveras interessante. Defender o mais forte é sempre mais fácil. Aliás, na politica do nosso país, o mais fraco só fica mais forte na hora de votar, o peso é igual.
E Mais uma vez os vereadores Rubens e Vicente de Paula estão certíssimos em não aprovar a "Prestação de contas" do prefeito sem que se fizesse uma verificação mais detalhada, tendo em vista que já houve problemas no caso das compras do "SHAMPOO" e em caso de dúvidas, então verifica-se tudo porque o Tribunal de Contas do Estado não faz isso detalhadamente e os nobres vereadores podem e tem dinheiro prá isso, contratar uma empresa de auditoria, por licitação ,e passar  tudo a limpo - e não é só agora não, serviria para todos os futuros prefeitos e isso ajudaria o poder executivo porque muitas das vezes ele pode estar autorizando alguma coisa que lá na frente pode causar problemas. Ou o prefeito verifica preços,quantidades e valores ítem por ítem antes de assinar os cheques? Porque depois que ele assina embaixo, somente ele será o responsável, e sendo assim " conselho e canja de galinha não fazem mal prá ninquém".  Embolei aí tudo num assunto só porque  faltar remédio faz mal prá SAÚDE, ficar em fila de Banco também faz e salário ó desse tamanhinho então nem se fala...... "Leis são como teias de aranhas, retém os pequenos insetos; os grandes as rompem".
 
Saudações TRIcolores
 a gente volta
 sempre
 Sergio Levenhagen

Charge da Semana

Da série
"Grandes Comandantes da História"

Deixe seu comentário

Origem e significado do Brasão de Caxambu, Minas Gerais (MG)


 Origem


Nos anos 1950, a cidade de Caxambu organizou um concurso para escolher o Brasão da cidade. O desenho do senhor Edmundo Dantas ficou em primeiro lugar e o desenho do senhor Alberto Nunes Cobra ficou em segundo lugar. Devido a beleza dos brasões oferecidos pelos dois primeiros ganhadores, a comissão técnica do concurso decidiu propor a união dos dois brasões para a composição do brasão definitivo da cidade de Caxambu. Os dois desenhos originais (em preto e branco) que inspiraram a criação do Brasão de Caxambu estão apresentados a seguir.

 Significado


Na heráldica um brasão de armas é composto por várias partes que tem significado próprio: escudo, armas, elmo, suportes ou plumas, condecorações, flâmula superior e flâmula inferior. O escudo que é o suporte físico no qual são apresentadas as armas carrega as ambições, crenças e valores da cidade. As armas do escudo de Caxambu representam um símbolo de medicina (um cálice de ouro e duas serpentes) disposto na frente de um triângulo (derivado da bandeira do estado de minas gerais) de cor verde símbolo de esperança. O escudo é de cor branco representando a prata, símbolo de pureza. No elmo (parte superior do brasão) observamos a coroa da fonte Dom Pedro, acima de um pedestal com três torneiras que jorram água sobre o escudo. Estas condecorações simbolizam a grande quantidade de fontes minerais da cidade. O escudo é rodeado de flores vermelhas de hibisco, árvore típica da cidade, que formam os suportes decorativos do brasão. Na parte direita da flâmula superior que contem o nome da cidade foi indicado uma data: o dia 16 de setembro de 1901, data em que foi criada a vila de Caxambu. A flâmula inferior contem a divisa da cidade "medicina entre flores" em homenagem ao poeta Rui Barbosa, que, admirado com a beleza do local, escreveu o poema "Medicina entre Flores".

 Referências


Testemunha de Helenir Cobra, filha de Alberto Nunes Cobra (Ver) Heraldry of the world (Ver)

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Càmara Municipal de Caxambu

CPI DOS MEDICAMENTOS PARA OS IDOSOS
OITIVA DA SECRETARIA DE SAÚDE

Ver. Francisco Pereira, Ver. Sgtº De Paula, Ver. Hercílio Nogueira
Tramitando na Câmara Municipal a CPI da  Saúde composta pelos Vereadores Sgtº Vicente de Paula, Presidente, Vereador Hercílio Nogueira, Relator e o Vereador Francisco Pereira, Secretário e mais os 
Vereadores Claudinei Bruno e o Vereador Rubens Maciel como Membros, com a finalidade de apurar a
Ver. Claudinei Bruno

Ver. Rubens Maciel

deficiência na distribuição de medicamentos para  pessoas acima de sessenta anos, que tenham no receituário o uso contínuo destas medicações amparadas pela Lei Federal nº 10.471/2003, iniciciou-se a fase de oitivas com os ex-Secretários Municipais de Saúde, respectivamente, Drª Rita de Cassia Néri Procópio, Dr. Paulo César de Oliveira e a atual Secretária Mun. de Saúde Drª Lidia Andreatta, com o intuito
Atual Sec.Mun.de Saúde, Drª Lidia Andreatta
de melhor colher informações para serem relatadas conforme as fases subsequentes, onde gerará um relatório final.
Dando prosseguimento aos trabalhos, o Vereador Presidente da CPI, Sgtº Vicente de Paula,  reiniciou os trabalhos apos o almoço ouvindo a funcionária pública lotada na Secretaria Municipal de Saúde como Farmaceutica Stª Ana Cristina Pereira Guimarães, arguindo sobre os procedimentos técnicos quanto a aquisição dos medicamentos, e com que frequência ocorria esta aquisição, passando a ouvir a Assistente social Carla Aparecida da Silva, que trouxe riqueza de fatos a CPI, revelando a necessidade de cadastro social para ser contemplado com determinados medicamentos.
Procuradora Municipal DrªMarta Maria Vieira Vilela, Farmaceutica Municipal Ana Cristina Pereira Guimarães
Proc. Mun.Drª Marta Maria V. Vilela, Assistente Social do Município Carla Aparecida da Silva

Fonte: Câmara Municipal de Caxambu
http://camaranovacaxambu.blogspot.com/

Reunião na Codemig: gestão do balneário do Parque das Águas




Raul, Amaro, Antônio Leonardo, Fred Costa e Zé Luiz

O vereador Zé Luiz foi convidado para participar de reunião com o vice-presidente da Codemig, Antônio Leonardo Lemos Oliveira, em Belo Horizonte.

A reunião, que aconteceu na sede da empresa na manhã da última terça-feira, também contou com as presenças do presidente e vice-presidente do SIGAH, Amaro Gadbem e Raul Spinelli, e do deputado estadual, Fred Costa, responsável pelo agendamento da mesma.

Foram abordados vários assuntos de interesse da população caxambuense, dentre eles destacam-se a proposta de gestão conjunta do balneário do Parque das Águas e a cessão de terreno da Codemig, próximo ao Forum de Caxambu, para a construção do prédio do Ministério Público e da Curadoria do Meio Ambiente.

O vice-presidente da Codemig se mostrou solícito e afirmou que iria submeter as reivindicações apresentadas à direção da empresa e ao governador Anastasia, e que, na segunda quinzena do mês de junho, visitaria Caxambu para dar continuidade à conversa iniciada naquela oportunidade.

Rádio Cidadão aborda reunião.

O programa Rádio Cidadão da última quarta-feira teve como assunto principal a reunião realizada na Codemig. Zé Luiz conta como foi. 

Ouça o audio do programa no site da Rádio Caxambu FM