Palace Hotel - Caxambu

sábado, 30 de junho de 2012

CONVENÇÃO DO PMDB INDICA MARCUS GADBEM PARA PREFEITO E DR.MÁRIO PARA VICE

COLIGAÇÕES ATÉ AGORA COM PDT E PC do B. O PRAZO ENCERRA DIA 04 DE JULHO PARA CONFIRMAR OUTRAS COLIGAÇÕES.

 Integrantes da convenção do PMDB, realizada na Câmara Municipal de Caxambu
Foto de Guilherme Afonso


  Ex-prefeito Marcus Gadbem e o deputado Sávio Souza Cruz
                                
 Compartilhado por '"CONVENÇÃO DO PMDB INDICOU MARCUS GADBEN PARA...Sergio Levenhagen

NE:  Demais partidos ainda não comunicaram oficialmente suas candidaturas, embora tenha sido confirmada verbalmente a candidatura do professor Fuad Zamot pelo PT, tendo o vereador Arnaldo Ribeiro (PTB) como vice. 
O prazo estabelecido para a homologação das candidaturas pelo TSE termina no dia 04 de julho

sexta-feira, 29 de junho de 2012

 FEBEACA - Festival de Buracos que Assola Caxambu (*)

Fotos tiradas por moradores  do local, mostrando o estado  pista da Av. Antonio Ferreira da Silva, na altura da subida dos bambus 




O buraco na pista foi provocado pela forte chuva que caiu no dia 21 de junho, e até hoje não foi  tomada nenhuma providência , embora os moradores da rua  bterem informado  que o fato já ter sido comunicado à Prefeitura por duas vezes.

(*) Parafraseando o saudoso Stanislaw Ponte Preta
Amanhã (30-06) mais uma Feira de Produtos Orgânicos.
A partir das 08:00 na praça 16 de setembro.
 

A Feira ficará apenas na parte da manhã.
Vamos prestigiar os produtores locais.
Certificados pelo ministério da agricultura com legítimos produtos orgânicos.
Aguardamos a presença de todos.

Compartilhado por  Bom dia!!! Amanhã (30-06) mais uma Feira de...
Vanessa Julidori

'O Papa confirmou o que eu já sabia', diz professora que recebeu milagre

Cura de problema congênito no coração foi atribuído a Nhá Chica.
Apesar de ligada à igreja, ela não pertencia a nenhuma ordem religiosa.

Do G1 Sul de Minas

Curada há 17 anos de um problema congênito no coração, que provocava uma hipertensão pulmonar, a professora aposentada Ana Lúcia Leite, de Caxambu (MG), não se cabe em alegria. Na manhã desta quinta-feira (28), o Papa Bento XVI assinou o decreto reconhecendo que a cura não tem explicação científica e que ela se deu por intercessão de Nhá Chica. A notícia veio no dia do aniversário de 67 anos da professora que motivou o estudo da igreja.
"É uma alegria justo no dia do meu aniversário. É um presente de Deus, dos Ceús, da minha Santa. Hoje o Vaticano só veio confirmar aquilo que eu já carregava no coração, que foi a santa responsável pela minha cura", disse por telefone ao G1 a professora.
Desacreditada pelos médicos, Ana Lúcia protelou a cirurgia a que seria submetida. Depois de seis meses, veio a notícia de que ela estava curada.
"Os médicos diziam que provavelmente eu não resistiria à cirurgia. Eu fui adiando, adiando e me agarrei com minha santa. Depois de meses fiz novo exame que já mostrava que meu coração estava bom, que o sangue estava correndo pelos caminhos certos, que eu estava curada", disse ela emocionada.
Cura de professora aposentada motivou beatificação de Nhá Chica. (Foto: Reprodução EPTV)Cura de professora aposentada motivou beatificação de Nhá Chica. (Foto: Reprodução EPTV)
Durante todo o dia, fiéis lotaram o Santuário de Conceição, que começou a ser erguido por Nhá Chica, para rezar e agradecer a notícia. O processo de beatificação começou em 1993 baseado em outros relatos de fiéis. O milagre reconhecido nesta quinta-feira pelo Vaticano só veio a acontecer dois anos depois, em 1995. Segundo a relações públicas do processo de beatificação, Yolanda Aparecida Fernandes, o anúncio só vem confirmar o que os fiéis já esperavam
"Há 117 anos os fíeis vêm até esta igreja para rezar por Nhá Chica. Em vida, ela já era chamada de santa. Hoje é um dia muito importante para todos", disse ela.
Apesar da assinatura do Papa Bento XVI, o processo de beatificação ainda não foi concluído. Segundo a Cúria Diocesana de Campanha, que cuida do caso, a Venerável Nhá Chica só poderá ser considerada beata depois que o bispo Dom Diamantino Prata de Carvalho realizar a celebração, ainda sem data marcada, em Baependi. A partir desta quinta-feira, serão três dias de missas e novenas. Nhá Chica será a primeira beata do Sul de Minas.
Nhá Chica
Comissão de cardeais do Vaticano já tinha aprovado milagres atribuídos à Nhá Chica (Foto: Divulgação)Comissão de cardeais do Vaticano já tinha
aprovado milagres atribuídos à Nhá Chica
(Foto: Divulgação)
Francisca de Paula de Jesus, a Nhá Chica, era negra e filha de escrava. Nasceu em São João Del Rei (MG) em 1810 e morreu em 14 de junho de 1895 em Baependi, onde dedicou a vida às obras da igreja e também a ajudar os necessitados. Como era analfabeta, as pessoas liam para ela as escrituras sagradas. Nhá Chica foi enterrada no interior do Santuário Nossa Senhora da Conceição, que ela mesma ajudou a erguer. Os restos mortais estão em uma urna no mesmo santuário.
Em 1992, quase 100 anos após a morte de Nhá Chica, começou o processo de beatificação da mulher, que apesar de ligada à igreja, não pertencia a nenhuma ordem religiosa. No entanto, era preciso um milagre documentado para que ela postulasse o título da igreja católica. Três anos depois, os responsáveis pelo processo conseguiram o feito, através do caso da professora aposentada Ana Lúcia Leite. A documentação foi enviada para Roma e após médicos e autoridades do Vaticano estudarem o caso, a igreja concluiu que realmente a cura foi um milagre.
Nhá Chica foi reconhecida oficialmente como "Serva de Deus" e depois "Venerável". Agora foi a vez do Papa Bento XVI reconhecer o milagre, através da assinatura do decreto de beatificação. A fama de Nhá Chica leva milhares de romeiros todos os anos ao santuário da cidade. A casa onde ela viveu também é visitada pelos fiéis, assim como o memorial dedicado a ela.

Fonte: G1 - Globo
 http://g1.globo.com/mg/sul-de-minas/noticia/2012/06/o-papa-confirmou-o-que-eu-ja-sabia-diz-professora-que-recebeu-milagre.html

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Imagens valem mais que mil palavras

A rua está muito perigosa


Ainda não acabou a tal calçada....
 Compartilhado por:
Waldir Tapetti
NHA CHICA
 

A MENINA 
DE JESUS

 







ENTRE AS MONTANHAS MINEIRAS
NUM PEQUENO VILAREJO
LA EM SAO JOAO DEL REI
NASCEU UMA CERTA MENINA
ESPECIAL ENTRE OS SEUS
POIS QUE TERIA UM DESTINO
ABENÇOADO POR DEUS

VIVEU ENTRE RICOS E POBRES
DANDO AMOR E ATENÇÃO
A QUEM DELA PRECISASSE
CARENTE DE CUIDADOS
OU DE UM POUCO DE AFEIÇÃO

SOB O MANTO PROTETOR
DA MAE DO MENINO JESUS
FOI CONSTRUINDO AOS POUQUINHOS
O SEU CAMINHO DE LUZ...
QUE COMO AS PEDRAS DE MINAS
JA' BRILHA POR TODO O MUNDO
CLAREANDO AOS QUE CONDUZ

TE AGRADECEMOS NHA CHICA
NOSSA SANTA MAIS QUERIDA
TEUS FILHOS DE BAEPENDI
E DE TODOS QUE TE AMAM
MESMO SEM SEREM DAQUI

QUE NOS ILUMINE OS CAMINHOS
POR ONDE IREMOS PASSAR
TE AGRADECEMOS ORANDO
E TEU NOME GLORIFICANDO
POR ONDE HOUVERMOS DE ANDAR




TSE libera candidatura de 'contas-sujas' nas eleições

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) acatou nesta quinta-feira o pedido de reconsideração da decisão que exige dos candidatos às eleições de outubro a aprovação das contas eleitorais para a obtenção do registro de candidatura. Com isso, candidatos que não tiverem suas contas aprovadas poderão se candidatar e concorrer normalmente às eleições municipais deste ano.
O julgamento foi retomado com o voto do ministro Dias Toffoli, que havia pedido vista na última terça-feira. De acordo com Toffoli, os candidatos devem apenas apresentar a prestação das contas de campanha, tal como consta na legislação, para receber o aval da Justiça Eleitoral.
Por outro lado, ainda de acordo com o ministro, caso os candidatos não apresentem documentos que comprovem as contas de campanha, os candidatos serão declarados inelegíveis, como ordena a Lei da Ficha Limpa.
"A mera desaprovação das contas, ainda que por vícios que não configurem necessariamente abuso de poder econômico ou outra irregularidade de natureza mais grave, acarretaria de imediato a candidatura. Dessa forma, comungo do entendimento que as contas apresentadas de maneira fajuta serão consideradas não prestadas, acarretando ausência de prestação eleitoral", afirmou Toffoli.
O pedido de reconsideração foi apresentado pelo PT, com o endosso de outras 13 legendas (PMDB, PSDB, DEM, PTB, PR, PSB, PP, PSD, PRTB, PV, PCdoB, PRP e PPS). No documento encaminhado ao TSE, todos alegaram que o entendimento adotado para as eleições deste ano afronta a legislação eleitoral e a própria Constituição Federal.
Os partidos defendiam que a minirreforma eleitoral, de 2009, deixou claro que os candidatos precisam apenas apresentar suas contas à Justiça Eleitoral, e não tê-las aprovadas. Segundo o pedido apresentado pelos partidos, eventuais irregularidades apresentadas nas contas de candidatos poderão ou não resultar na restrição ou cassação dos direitos, desde que o processo judicial seja instaurado com as devidas garantias constitucionais asseguradas ao acusado.
O julgamento, que começou em março, estava empatado em três votos a três. Os ministros Gilson Dipp, Arnaldo Versiani e Henrique Neves votaram para excluir da resolução do TSE o dispositivo que condicionava o registro de candidatura à aprovação das contas. Já o ministro Marco Aurélio Mello e as ministras Nancy Andrighi e Cármen Lúcia entenderam que a aprovação das contas seria necessária, o que tornaria mais rígida a apresentação de candidaturas.

Fonte: Terra

Momento Saúde:

Clinica Roberto Navarro

Tireóide: saiba mais sobre esta importante glândula

 - Parte 1/2 

 

Parte 2/2




Sintomas como aumento de peso,cansaço excessivo,queda de cabelo sinalizam quase sempre problemas na glândula Tireóide.
Você sabe como anda a sua?
Veja o vídeo gravado nesta segunda feira no programa Você Bonita e saiba mais sobre o assunto. www.vocebonita.com.br

Talento Caxambuense

Gustavo Baldi - video para aula de Performance da Miriam Braga 

 

http://youtu.be/NtbgMRWzi2c

 Gustavo Baldi fala de sua experiencia como pianista e compositor no Conservatorio de Tatui.

Compartilhado por Myrian Baldi


Nhá Chica Beata


As Irmãs Franciscanas do Senhor tem a grata satisfação de comunicar a todos que Sua Santidade o Papa Bento XVI decretou a Beatificação de Francisca de Paula de Jesus...
Nhá Chica, como é conhecida, é, a partir de agora, a primeira bem aventurada brasileira leiga e afrodescendente.

A data da cerimônia de beatificação será posteriormente marcada pelo Bispo da Diocese da Campanha, Dom Diamantino.


28/06/2012 | Assessoria de Imprensa Nhá Chica http://www.nhachica.org.br/divulgacao-noticias-ver.php?orig=home&cod=157

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Império Serrano recebe proposta para profissionalizar o Carnaval de Caxambu

27 06 2012
Império Serrano recebe proposta para profissionalizar o Carnaval de Caxambu
Prefeito pretende oferecer cursos de vários segmentos para jovens da cidade


A cidade de Caxambu, em Minas Gerais, recebeu a visita do presidente do G.R.E.S. Império Serrano, Átila Gomes, nesta terça-feira (26/06). Átila foi recebido pelo prefeito Luiz Carlos Pinto, que propôs uma parceria com a verde e branco de Madureira para profissionalizar o Carnaval local. O primeiro passo sugerido pela municipalidade é o de qualificação de jovens, com cursos profissionalizantes de percussão, para mestres-salas, porta-bandeiras e diretores de Carnaval. Na primeira etapa, 100 pessoas seriam beneficiadas, porém, com a expectativa de em breve atender alunos de toda a rede municipal.

Além de profissionalizar as agremiações locais, a expectativa do prefeito em parceria com o Império Serrano engloba a qualificação de mão de obra, o que gera emprego e renda local. O projeto estima cursos com duração de 90 dias, com aulas ministradas por integrantes da escola da Serrinha. A data para o início dos cursos ainda não foi definida.

- Vamos fazer o resgate cultural de Caxambu e tornar o Carnaval daqui profissional. Quem sabe aproveitamos alguns profissionais formados na cidade para o nosso Império Serrano? – declara Átila Gomes.
  
De acordo com a secretária de Controle Interno da Prefeitura de Caxambu, Adriana França, existe a possibilidade de a cidade fundar a Liga das Escolas de Samba de Caxambu. A secretária acrescenta que com a profissionalização da mão de obra para o Carnaval da cidade a Prefeitura pretende firmar parceira contínua com o Império Serrano, para a realização de cursos e eventos especiais, que integrariam o calendário turístico do município.

- O que nós faremos é voltar à parceria entre Caxambu e o Império Serrano, mas de forma profissional e efetiva, que trará muitos benefícios sociais para a cidade. Estamos agregando a marca Caxambu com a do Império – ressalta Átila, ao lembrar que essa parceria existiu na década de 80 até o início de 90.   

O presidente do Império fez questão de cumprimentar mestre Longuinha, um dos fundadores da maior e mais antiga escola de samba da cidade, a Unidos de Santa Tereza. Átila visitou também a comunidade de Santa Tereza, o Parque das águas e o Balneário de Caxambu.
           
Foto: Átila Gomes com mestre Longuinha.



Eloisa Leandro
Assessora de Imprensa
G.R.E.S. Império Serrano
Fonte: Notícias Sambazayres 

IMPÉRIO SERRANO LEVARÁ SAMBA ENREDO SOBRE CAXAMBU PARA A SAPUCAÍ EM 2013

"Sou um privilegiado fazemos piqueniques, sim temos piqueniques ainda na comunidade da Império Serrano, aqueles senhorezinhos de bigode, cabelos brancos, mano Décio, Dona Ivone Lara , que este ano foi enredo da Império: ela chorava, e eu, gostou, tia? e ela; que coisa linda, meu filho, está aí minha vida, minha obra! a senhora merece! E a Império Serrano foi ovacionada na Sapucai.”

Mestre Átila no Parque das Águas de Caxambu

“Sou um privilegiado fazemos piqueniques, sim temos piqueniques ainda na comunidade da Império Serrano, aqueles senhorezinhos de bigode, cabelos brancos, mano Décio, Dona Ivone Lara , que este ano foi enredo da Império: ela chorava, e eu, gostou, tia? e ela; que coisa linda, meu filho, está aí minha vida, minha obra! a senhora merece! E a Império Serrano foi ovacionada na Sapucai.”




Da esquerda para direita: Esther, Adriana França, Secretária de Controle Interno da Prefeitura de Caxambu, Mestre Átila, Presidente da Império Serrano, Professor Sergio Abreu e Ariete David, Presidente da Escola de Samba Santa Teresa
Assim , contou Mestre Átila enquanto tomávamos um caldo no restaurante Sputinick , em Caxambu. Mestre Átila, Átila Santos Gomes, presidente da Escola de Samba Império Serrano que visitou Caxambu, ontem, terça feira para oficializar parceria que proporcionará melhorias no carnaval das quatro escolas de samba da cidade e se despediu com a decisão que a Império Serrano esticará a jibóia da Serrinha, no carnaval de 2013 , na Sapucaí,  com o samba enredo sobre Caxambu.

Ele explicou sobre a emoção de participar de um desfile, “é uma horinha só, uma hora e 22 minutos. Quando você entra na Avenida esquece tudo, vai sorrir, chorar e no fim você sentirá que participou de uma das maiores emoções do mundo. Dirá; que coisa mais linda!

A emoção de ver o povo na arquibancada te aplaudindo, gritando Caxambuuuu, Caxambuuu, no desfile do ano que vem,verá como ficará imensamente marcada pelo resto de sua vida, e muitos moradores da cidade ou empresários que virão para cá descansar , desta vez estarão na avenida ou grudados nas televisões dos hotéis daqui, gritando junto, em coro, Caxambu, Caxambu! Será um momento histórico para a cidade.”

Voz rouca de quem está acostumado a virar noites e madrugadas cantando samba ele prossegue contando dos compositores que falarão da "Caxambu Medicinal,  que engravida a Isabel, que recupera a saúde  com suas fontes, veja bem, só em falar já virou música, olha a fonte da coroa, sai água 24 horas sem parar -ele fala sobre a fonte Pedro II, no Parque das Águas de Caxambu- e tem um detalhe lindo : o município não tem guarda municipal, não tem zeladoria de patrimônio mas se mantém limpa , sem depredações, ordeira.”

Império Serrano 1969 Heróis da Liberdade


Mestre Átila recorda o Samba Enredo da Império Serrano em 1969, composto após o AI5 e que a Presidenta Dilma Rousseff cantava para amenizar suas dores da prisão política. O samba é assinado por Dona Ivone Lara, Silas de Oliveira e Bacalhau.


O entusiasmo toma conta do Mestre: “é teatro, temos a história do império aqui pois, se não fosse estas fontes, a Princesa Isabel não teria filho que herdaria o trono do Brasil. Temos de passar a mensagem do acervo e no dia 16 de setembro comemorar o aniversário da cidade com o resgate da história de caxambu passada à limpo. História que precisa ser revalorizada”.

Mestre Átila, 44 anos, que nasceu no subúrbio do Rio de Janeiro, Vaz Lobo, vem de família negra, imperiana nata, com 12 tios da Império Serrano, irmã, irmãos, enfim toda a família. Somos da Serrinhas, comunidade de afros descendentes, todos ligados ao jongo . Meu pai fundou a Escola de Samba Império Serrano junto com tio Silas, Tio Fuleiro e tio Molequinho, único que está vivo , com 97 anos . Seu pai, me lembrou dele, disse para Ariete que dirige a Escola de Samba Santa Teresa.”

Ariete David conta o causo de uma serpente enorme que dorme aos pés do bairro Santa Teresa, onde funciona a escola de samba tradicional da cidade, e que se revoltada acordará e destruirá tudo. “Meu pai dança, puxa a bateria da escola, está inteiro.”

Continua mestre Átila:” Minha família veio fazendo a tradição da Império Serrano, meu filho de 16 anos está na bateria, agora. É um baita ritmista.
Trabalhamos na Império para tirar o pessoal da droga, a maconha, a cocaína era controlável até certo ponto. 


O crack é incontrolável e desenvolvemos este projeto de limpar a comunidade e a bateria, projeto este que traremos para Caxambu já que estamos estreitando os laços de colaboração com as escolas de samba daqui que desenvolverão também este trabalho. Vidas alheias, riqueza a salvar, é o meu lema! E por este trabalho que desenvolvemos na Império fui o primeiro sambista a ganhar a medalha Pedro Ernesto. "

Átila, recebeu a Medalha Pedro Ernesto pelos  serviços prestados de caráter sociocultural através da bateria das escolas de samba do Rio.
“Em cada bairro este trabalho será feito, em cada escola, poderemos usar o espaço para um trabalho social pois já temos muitas crianças de 16 17 anos, já dependentes.”, disse Mestre Átila. Levá-los também para o Império no Rio, após serem qualificados aqui para mostrar outras possibilidades de vida, entrosando-os na vida da Escola.
Crianças e jovens desocupados caminham para a droga”.

Heriete David falou que "os primeiros contatos para o trabalho contra o uso de drogas foi iniciado hoje, terça feira, dia 16 de junho, mas o projeto será bem detalhado para qualificar jovens da cidade para serem músicos e mestres nas baterias das escolas de samba. As aulas iniciais acontecerão três vezes por semana durante noventa dias."
Fonte: Primeira Fonte




ESCOLA DE SAMBA IMPÉRIO SERRANO FECHA PARCERIA COM CAXAMBU

Herival Arueira, Adriana França, Mestre Átila, Ariete David, Augusto César e professor Sérgio

O Presidente da Escola de Samba Império Serrano Átila Santos Gomes (mestre Átila), visitou Caxambu nesta terça feira. O objetivo foi oficializar uma parceria que proporcionará melhorias inéditas no carnaval das quatro escolas de samba da cidade.
- Vamos fazer um resgate cultural e valorizar a mão de obra da cidade para a realização do carnaval de Caxambu e até do carnaval da Império no Rio" - destaca Átila, feliz com a parceria.
Numa primeira etapa serão qualificados jovens de Caxambu na formação profissional para serem mestres e músicos nas baterias de escolas de samba, mestre sala e porta bandeira e diretores de carnaval. Serão cerca de 100 pessoas beneficiadas nesta primeira formação. Com o aprendizado o carnaval de todas as escolas de Caxambu ficará mais profissional e bonito e os alunos poderão ainda ter a mão de obra utilizada por escolas do Rio e de outras cidades gerando emprego e renda.
As aulas iniciais acontecerão três vezes por semana durante noventa dias. Mas não pára por aí. Segundo a Secretária de Controle Interno da Prefeitura Adriana França com a fundação da Liga das Escolas de Samba de Caxambu o trabalho será contínuo, com outras formações, cursos e parcerias inclusive em eventos especiais no calendário turístico da cidade.
A Escola Império Serrano custeará as despesas dos cursos e vai ainda colaborar para o engrandecimento do carnaval das quatro escolas de samba de Caxambu inclusive com ajuda de outras escolas de samba do Rio de Janeiro.  
- O que nós estamos fazendo é voltar à Caxambu com a Império Serrano mas de forma profissional, efetiva numa parceria que trará benefícios importantes para o social da cidade e que para nós será um privilégio. Estamos agregando a marca Caxambu com a da Império e deveremos inclusive ter Caxambu como tema de um dos nossos carnavais que proporcionaria uma visibilidade internacional à cidade - finaliza Mestre Átila



VEREADORES APROVAM DINÂMICA NA EDUCAÇÃO MUNICIPAL
 
Através do Projeto de Lei Nº 16/2012 dispondo sobre a obrigatoriedade de inclusão das disciplinas de informática, Inglês ou Espanhol e Música, bem como de conteúdo que versem sobre Princípio de Proteção  e Defesa Civil, Noções Básicas de Trânsito e a Educação Ambiental no currículo do ensino fundamental da rede Municipal de Ensino do Município de Caxambu, e também o Projeto de Lei Nº 17/2012 dispondo sobre a obrigatoriedade de inclusão da dsciplina Noções Básicas de Direito no currículo do ensino fundamental da Rede Municipal de Ensino do Município de Caxambu.
Com estes projetos, os vereadores entendem que gerar oportunidades para capacitar os alunos da rede municipal, é incluir.
 
Fonte: Câmara Nova
Veja os projetos de lei aprovados pelos vereadores:   

terça-feira, 26 de junho de 2012

Handebol de Caxambu nas areias de Copacabana

"HOJE, DOIS GRANDES JOGOS DE HANDEBOL INDOOR NO PISO DE AREIA.OBRIGADO A TODA DELEGAÇÃO DE CAXAMBU PELA VISITA, VOCES FORAM SENSACIONAIS E MUITO ELEGANTES COM A MINHA PESSOA, OBRIGADO AMIGOS EM GERAL, QUE PASSO A PARTIR DESTE MOMENTO A RESPEITAR E CONSIDERAR TODOS VOCES COMO MEUS E MINHAS AMIGAS DO CORAÇÃO"

Waldir Tapetti 








Resultados dos jogos:

MASCULINO: 
 GRÊMIO SERGIO GUIMARAES 20 X SELEÇÃO DE CAXAMBU 17

FEMININO: 
GRÊMIO SERGIO GUIMARAES 11 X SELEÇÃO DE CAXAMBU 11

Stugbit - Crônica

Tempos de Caxambu

Tempos diferentes, pensava eu, quando no verão de 2010, tive a oportunidade de retornar a essa aconchegante cidade que é Caxambu. Moro longe, nos cerrados de Goiás, e estava passando as férias rotineiras com a família na minha terra natal, o Rio, quando, por oportunismo, resolvemos subir a serra.

Caia um toró volumoso fazia dias, tudo estava encharcado da baixada até as alturas das montanhas, mas apesar da tensão de São Pedro, o clima estava relativamente afável, e em Caxambu não era diferente. Foi nesse ambiente chuvoso e cinzento que me pus a caminhar na cidade, revendo os lugares perdidos da minha memória. Depois do almoço, lá pras duas, fui visitar o parque: lá, a cortina de água da chuva era tanta, mas tão fina, que parecia até penumbra de calada da noite. As árvores e o céu estavam alinhados, e já não podia mais dizer se a chuva caia do céu ou das próprias árvores. O gotejo que caia delas compunha sua sinfonia e somado ao cheiro de húmus que brotava das folhas e musgos, trazia uma sensação de umidade que se seguia sedutora ao longo dos caminhos do parque, me acompanhando. Eu estava curioso com os plátanos do lugar, nunca tinha visto coisa parecida, e embora ensopadas, suas folhas ainda tinham um ar de graça.

Depois, sai do parque e fui vagar pelas ruas da cidade. Devido ao mal tempo, a coisa, provavelmente, estava mais parada que de costume, mas ainda assim, não tinha muita diferença àquela hora. Com minhas mãos dadas nas costas, fazia os passos a esmo naquelas tristes e molhadas ruas e avenidas, passos de turista perdido praqueles que os vissem, passos que não faziam muito sentido. Devem ter pensando - Pra que vaguear nesse aguaçal? Melhor ir pro teto de um café ou bar, restaurante, tantos por aqui...  

Só que pra mim, naquele momento, não vagueava à toa. Perdido, eu poderia dizer que estivesse, mas estava perdido em meus pensamentos. Meu tempo na cidade era curto, iria embora em breve, e as lembranças falavam mais alto do que o incômodo de estar ali, em meio a toda aquela água. Aliás, nem toda assim, a chuva já era bem mais um chuvisco agora. Tentava arrancar alguma coisa daquelas silhuetas de casas e prédios, procurava algo, nem sabia bem o que era direito, mas procurava.

Com isso, muita coisa voltava à minha cabeça naquele caminhar, voltava à época de minha infância, nos começos dos anos 90. Os relampejos da memória tentavam descrever as sensações da primeira vez que estive em Caxambu. Ainda morava no Rio quando o pessoal lá em casa resolveu passear nas serras de Minas num outro verão. Era bem moleque, uns quatro anos talvez, não tinha idade suficiente pra ter cabeça pra viagens desse tipo, posso dizer que muita coisa passou em branco, com certeza.

Mas lembrava bem daquelas insinuantes e acentuadas curvas das estradas da Mantiqueira, ah se lembrava! Elas carregavam consigo, voluntariamente, meu estômago de cima à baixo. A viagem de carro de fato era desgastante e sempre terminava enjoando. Como que para combinar com meu estado, as placas dos carros, nada discretas, ainda eram todas amarelas.

Onde parávamos, lembrava também da minha mãe apontando aleatoriamente pra algum lugar e dizendo: Olha lá! Que igreja bonita! Ou, Olha lá! Aquela casa antiga! Eu até acenava positivamente com a cabeça, tentando, com muito esforço, fazer parecer que aquilo de algum modo me interessava. De qualquer forma, passeamos um bom pedaço naqueles cantos de Minas: era Caxambu, São Lourenço, Pouso Alto, Cambuquira, Lambari, tantos nomes, na época já me deixavam confuso, hoje, na memória então, já estão todos bem embaralhados, e as distancias para cada cidade perderam a significância, na verdade, se aglutinaram, agora elas são uma coisa só. É difícil até dizer de qual cidade era tal igreja ou lago, parque ou avenida. Tudo pertencia a um mesmo lugar, tudo pertencia a um mesmo tempo.  

De Caxambu, me lembro de uma manhã - Embora não possa dizer com certeza se foi aquilo em Caxambu, algo me diz que sim - Me lembro de uma manhã, dizia; uma manhã, a qual, claro, não foi uma manhã qualquer. Era perto da hora do almoço, acredito, e caminhávamos por uma alameda ao longo de um espaçoso passeio que seguia adornado por jovens árvores bem plantadas. À minha esquerda havia casas e alguns comércios. O sol brilhava com sua imponência bem nossa conhecida, mas não estava desagradável, de maneira alguma, pelo contrário, dava um contraste para aquelas cores da manhã de verão, fazia das folhas das jovens árvores oscilaram em seu verde ofuscante junto às paredes das casas e placas das lojas. Convergindo a isso, seguiam as pessoas na alameda, correndo furtivas em seus devidos afazeres. Não sei se fora aquele sol da manhã, mas alguma coisa nelas soava como se estivessem felizes. Posso dizer que naquele momento, vendo aquilo, passei a compartilhar daquela felicidade.

Foi lembrando disto, que caminhei um bom bocado no outro verão, o chuvoso. Acabei não conseguindo achar a tal da alameda, nem aquele sol; a alegria, já não sei, acho que também não. Aquele momento antigo teria que ficar só pras minhas lembranças, nada mais. Mas agora já não tinha tanta importância, afinal de contas, pensava eu, tempos diferentes...

Stugbit Fernandez.
Omar Freire/Imprensa MG


O governador Antonio Anastasia inaugurou, em Araxá, no Alto Paranaíba, a Estação de Tratamento de Esgoto Central (ETE) (alto) e entregou a reforma da fábrica envasadora da Água Mineral Araxá















Anastasia entrega obras em Araxá

O governador Antonio Anastasia inaugurou, nesta segunda feira (25/06), em Araxá, no Alto Paranaíba, a Estação de Tratamento de Esgoto Central (ETE) e entregou a reforma da fábrica envasadora da Água Mineral Araxá.

O Governo de Minas, por meio da Copasa, investiu R$ 30 milhões na construção da ETE, a maior e mais importante entre as quatro que fazem parte do investimento que dotou a cidade de um completo sistema de coleta e tratamento de esgoto.

A unidade faz parte de um programa que assegurou mais de R$ 82 milhões em obras que garantem mais qualidade de vida e saúde para a população de Araxá e proteção do meio ambiente.

“A ETE é fundamental. Araxá passa a ser uma cidade com 100% de seu esgoto tratado, o que significa mais saúde, mais qualidade de vida e saneamento pleno a uma cidade que é ambiental e ecológica”, disse o governador.

Antonio Anastasia ressaltou que a estação de tratamento de esgosto é um compromisso com o meio ambiente. “Com os efeitos da grande conferência da Rio+20, nós estamos aqui, em nosso Estado, cumprindo os compromissos de saneamento para devolver a qualidade dos rios e dos cursos d’água de Minas Gerais”, afirmou o governador.

Na cidade de Araxá foram implantados mais de 37 quilômetros de redes coletoras, interceptoras e emissários de esgoto e construídas quatro estações de tratamento, que juntas têm capacidade para tratar todo o esgoto coletado.

A ETE Central tem capacidade para tratar mais de 21 milhões de litros de esgoto por dia e vai receber 90% do esgoto coletado na cidade. Além de conforto e saúde, os investimentos realizados pela Copasa, em Araxá, possibilitarão, em pouco tempo, a revitalização das águas dos córregos do Sal e Retiro, deixando o município em melhores condições para atrair novos investimentos, gerar mais emprego e desenvolvimento.

O presidente da Copasa, Ricardo Simões, destacou o trabalho realizado para o tratamento dos esgotos em Minas Gerais. “Até o início de 2003, tínhamos 25% dos esgotos coletados tratados. Hoje, temos 70%. Isso significa que o volume de esgoto tratado hoje em Minas Gerais é 300% maior do que o volume tratado até o início de 2003”, afirmou o presidente da Copasa.

Fábrica envasadora
A nova unidade de engarrafamento da água mineral Araxá, pertence à Subsidiária Copasa Águas Minerais de Minas, criada pelo Governo de Minas para promover o desenvolvimento das estâncias hidrominerais do Estado, que atraem muitos turistas devido às propriedades terapêuticas de suas águas.

Com investimento de R$ 4 milhões, a unidade de engarrafamento foi reformada, com a instalação de equipamentos sofisticados e modernos, o que permite o relançamento da água mineral no mercado, atendendo todas as determinações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“A água é sinônimo de vida, de qualidade de vida, ainda mais uma água de alta qualidade mineral como é a Água Araxá. Nós ficamos muito felizes de devolver a comercialização da Água Mineral Araxá, que levará o nome dessa cidade, dessa belíssima estância mineira, a todo o Brasil, trazendo mais turistas e levando também boa saúde daqui para os brasileiros. A marca é uma cartão de visita para dar mais robustez ao turismo da cidade”, disse o governador Antonio Anastasia.

Com uma vazão média de seis mil litros por hora, a fonte Dona Beja, sem gás, em Araxá, apresenta a melhor água naturalmente fluoretada do Brasil. A água mineral tem características únicas, naturalmente leve e sofisticada, sendo perfeita para o consumo no dia a dia. Um produto que possui, em seus sais minerais, propriedades químicas naturais que possibilitam uma hidratação eficiente, além da desintoxicação do organismo.
A envasadora das Águas Minerais Araxá está reiniciando a operação com 12 empregados, devendo chegar a 21 empregados. Inicialmente serão produzidas garrafas PET 510 mililitros e 1.500 ml. A produção será expandida para uma linha completa de garrafão à medida que as vendas forem alavancadas.

Faturamento
A envasadora foi fechada em junho de 2005, devido ao término do contrato de arrendamento com a Comig, antecessora da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig). Em junho de 2006, a Codemig assinou contrato de arrendamento dos direitos minerários, equipamentos e instalações de envasamento das águas minerais de Caxambu, Cambuquira, Lambari e Araxá com a Copasa.

A Copasa Águas Minerais de Minas vem realizando grandes investimentos nas estâncias hidrominerais com o objetivo de revitalizar as marcas das tradicionais águas minerais do Estado de forma sustentável. Até 2011, foram investidos R$ 29,2 milhões, em reformas de instalações prediais, equipamentos, instalações industriais. Para este ano mais R$ 4 milhões, totalizando R$ 33,2 milhões.

Além da Araxá, a subsidiária é responsável pela produção, distribuição e comercialização das águas minerais das fontes das cidades de Caxambu e Cambuquira, que já estão no mercado. Em breve, será relançada a água mineral Lambari, uma água energética por natureza, adequada para a prática de esportes radicais e para quem quer viver com mais saúde. Desde o início do processo de reativação, foram gerados 850 empregos diretos e indiretos.

As quatro fábricas têm capacidade para uma vazão 86,7 milhões de litros e um faturamento da ordem de R$ 144,7 milhões.

via Agência Minas
Fonte:  http://www.farolcomunitario.com.br/mg_005_1891-anastasia-entrega-obras-em-araxa.php

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Ambientalistas protestam contra despejo de lama e detritos em área de recarga das fontes hidrominerais

Aprovado agora, durante reunião do CODEMA, realizada esta tarde na AMAG , o projeto de desassoreamento do lago do Parque das Águas de Caxambu. O projeto foi aprovado por 6 votos a 3, com o valor inicial de R$ 800.000,00 ( oitocentos mil Reais) que ainda depende da aprovação pelo IEF (Instituto Estadual de Florestas)
Ecologistas e representantes de Ongs de preservação  ambiental protestaram contra a decisão do CODEMA de Caxambu. 
Filipe Conde, representando a ong Amanhagua, disse que o projeto poderá trazer prejuízos a longo prazo, principalmente para o turismo, e que esse recurso não se perderia, pois a CODEMIG tem verbas para essa finalidade
Maria Antonia Muniz Barreto, representante da Ampara endossou o coro e também alertou sobre os riscos do projeto que prevê o despejo dos detritos e material bombeado através da dragagem para a área próxima ao centro de convenções - sem estudo da lama e do material, provavelmente contaminado,  poderá trazer sérios problemas para nossa água minera, pois o lugar onde essa lama ficaria armazenada é considerada como de área de preservação ambiental, reconhecida  por lei municipal como área de recarga subterrânea das fontes hidrominareis de Caxambu.
 

Informações compartilhadas por  Fábio Curi
Foto de Bruno Dias

 

Click da Semana - Hotel Glória - Caxambu

Nelson Piquet, tricampeão mundial da fórmula um, e Alexandre Moura, gerente de hospedagem do Hotel Glória de Caxambu


Nelson Piquet participa do Rallye Mil Milhas Históricas pilotando um  JAGUAR XK 120 OTS SE 1952

domingo, 24 de junho de 2012

Charge da Semana

 Macunaíma do Séc. XXI


                                                                Deixe seu comentário: